Image
Arquipelago de Origem:
Flandres
Data da Peça:
1435-00-00
Data de Publicação:
01/04/2021
Autor:
Rogier van der Weiden
Chegada ao Arquipélago:
2021-04-01
Proprietário da Peça:
Museu de Belas Artes de Leipzig
Proprietário da Imagem:
Museu de Belas Artes de Leipzig
Autor da Imagem:
Museu de Belas Artes de Leipzig
Visitação, óleo e têmpera de Rogier van der Weyden, 1435 a 1440, Museu de Belas Artes de Leipzig, Alemanha

Categorias
    Descrição
    Visitação.
    Óleo e têmpera sobre madeira de carvalho, 57 x 36 cm.
    Proveniente de retábulo desmanchado; uma outra versão, serve de volante ao tríptico do MET de Nova Iorque.
    Rogier van der Weyden (1399-1400; 1464), 1435 a 1440.
    Museum der bildenden Künste (Inv. 1550), Museu de Belas Artes de Leipzig, Alemanha.

    Rogier van der Weyden (Weyden, 1399-1400; Bruxelas, 1464), foi um dos mais notáveis e importantes pintores góticos flamengos. Chamando-se Rogier de la Pature, ao ser proclamado pintor oficial da cidade de Bruxelas adotou o nome de Rogier van der Weyden, que era, notoriamente, um nome flamengo. Discípulo de Robert Campin (1375-1444), partiu, entretanto, para Itália em 1449 e 50, trabalhando em Roma e Ferrara, embora tenha querido voltar a Bruxelas no final da vida. Os seus trabalhos influenciaram decididamente toda a pintura do seu tempo, quer na Flandres quer em Itália.