Image
Arquipelago de Origem:
São Pedro (Funchal)
Data da Peça:
1901-06-27 00:00:00
Data de Publicação:
20191227
Autor:
Vicente Gomes da Silva (filho)
Chegada ao Arquipélago:
2019-12-27 00:00:00
Proprietário da Peça:
ABM
Proprietário da Imagem:
ABM
Autor da Imagem:
ABM
Visita Régia ao Quartel do Colégio, 23 de junho de 1901, Funchal, ilha da Madeira

Categorias
  • Arquitectura e Engenharia Militares
    • Instalações
  • Arquitectura religiosa
    • Colégios e seminários
  • Documentos
    • Fotografia
  • Fotografia / imagem
    • Costumes
    • Paisagens rurais e urbanas
  • Personalidades
    • Fotógrafos
    • Militares
    • Ministros, secretários, deputados e políticos
    • Reis e rainhas, infantes e regentes
Descrição
Visita Régia ao Quartel do Colégio.
Impressão digital atual a partir da digitalização de negativo original (vidro) em gelatina de sal de prata.
Vicente Gomes da Silva (filho) (1857-1933), 23 de junho de 1901.
ABM, VIC

O rei D. Carlos, como chefe supremo do Exército, visitou a 23 de junho o quartel do então batalhão de Infantaria n.º 27, no antigo quartel do Colégio dos Jesuítas, especialmente engalanado para a visita, assim como no dia 24, a bateria n.º 3 de Artilharia de Guarnição, na fortaleza de Santiago, tendo sido montada na parada média uma enorme tenda vermelha e branca, cujas argolas de suspensão ainda ali se encontram. Ocorreu ainda durante a estadia dos reis de Portugal a inauguração de uma exposição industrial e agrícola, onde, entre outras coisas, o casal régio foi presenteado com uma mesa de embutidos, hoje na Fundação D. Manuel II, no então Campo de D. Carlos, assim batizado em honra do monarca, onde houve ainda uma missa campal.
Durante a estadia de 6 dias dos reis de Portugal no Funchal houve uma quase ininterrupta série de festas e manifestações várias em honra dos monarcas, largamente descritas na imprensa local e nacional, assim como depois publicadas em livro, que os reis de Portugal retribuíram com uma receção seguida de jantar de gala em S. Lourenço. Uma das particularidades da visita foi a entusiástica adesão à documentação fotográfica, na qual e inclusivamente, participou o próprio rei D. Carlos. Para além de fotógrafos continentais que se deslocaram ao Funchal para fotografarem a visita, participaram ainda os inúmeros fotógrafos locais, profissionais e amadores.
Mais tarde o rei D. Carlos agradeceria a maneira como havia sido recebido no Funchal. No entanto, tendo proposto a atribuição de três títulos nobiliárquicos, de ou outra forma, todos os visados se escusaram, demonstrando o conhecimento local da delicada situação da Monarquia Portuguesa. Dois anos depois, ainda era enviado então ao fotógrafo Vicente Gomes da Silva Júnior (1857-1923), com data de 26 de janeiro de 1903, o alvará de nomeação de Photographo Honorário da Casa Real, dada a já avançada idade do pai.
D. Carlos, D. Amélia e o chefe do governo, assim como a demais comitiva ainda visitaram o arquipélago dos Açores e viriam a desembarcar em Lisboa a 14 de julho desse ano de 1901, não tendo, em princípio, a visita especiais resultados políticos nacionais, salvo no aspeto da tímida autonomia administrativa para os arquipélagos insulares.

Bibliografia: BRANCO, Maria de Fátima Ramos, e MONGE, Maria de Jesus (2012), "Palácio de São Lourenço: Símbolo e Espelho do Poder", in revista Islenha, nº 50, Funchal, DRAC, pp. 23-32; CARITA, Rui (1987), A visita do rei D. Carlos à Companhia de Artilharia de Guarnição em 24 de Junho de 1901, catálogo de exposição no Teatro Municipal, Funchal (policopiado); ib. (1989), "Uma Mesa de Embutidos Madeirense", in Atlântico, n.º 17, Funchal, pp. 35 a 38; id. (2008), História da Madeira, 7º vol., O longo século XIX: Do Liberalismo à República. A Monarquia Constitucional (1834-1910), Funchal, SER e Universidade da Madeira; id. (2010), Roteiros Republicanos, Madeira, Comissão Nacional para a Celebração dos 100 Anos da República, Diário de Notícias, Lisboa e Jornal de Notícias, Porto, jul. 2010; NÓBREGA, Ciríaco de Brito (1901), A Visita de Suas Magestades os Reis de Portugal ao Arquipélago Madeirense, Funchal; SILVA, Fernando Augusto da, e MENESES, Carlos Azevedo de (1998), Elucidário Madeirense, 3 vols., Funchal, DRAC;