Image
Arquipelago de Origem:
Baía (Brasil)
Data da Peça:
1704-00-00
Data de Publicação:
29/09/2020
Autor:
Oficina de João Antunes (atr.)
Chegada ao Arquipélago:
2020-09-29
Proprietário da Peça:
Museu da Misericórdia da Bahia
Proprietário da Imagem:
Privado
Autor da Imagem:
Privado
Varanda das escadas da Misericórdia de Salvador da Bahia, oficina de Lisboa, 1704 (c.), Bahia, BA, Brasil

Categorias
    Descrição
    Varanda das escadas da Misericórdia de Salvador da Bahia
    Mármores vários embrechados.
    Oficina de Lisboa, com provável projeto de João Antunes (1643-1712) e montagem pelo mestre Gabriel Ribeiro (Porto, c. 1660; Bahia, 1719), 1704.
    Fotografia de 2016
    Museu da Misericórdia da Bahia.
    Rua da Misericórdia, Baía, BA, Brasil.

    O mestre Gabriel Ribeiro (Porto, c. 1660; Bahia, 1719) veio com apresentação da Câmara Municipal do Porto, pouco depois de 1690, como mestre carpinteiro, provavelmente, a pedido da Misericórdia de Salvador da Bahia e para as suas grandes obras então em curso, tendo sido admitido como irmão menor em 1698. Em 1704 ganhou o concurso para a montagem da importante escadaria da Santa Casa em mármores embutidos, altura em que igualmente deve ter vindo o lavabo e, por certo também por ele montado. A Santa Casa da Misericórdia de São Salvador da Baía de Todos os Santos foi fundada pelo governador Tomé de Sousa (1503-1579), quando da sua chegada e fundação da nova cidade, por 1549, embora o primeiro documento que se lhe refere, como orfanato, seja de agosto de 1552. Só 10 anos depois e com o governador Mem de Sá (1500-1573) terá começado a funcionar regularmente. O inicial edifício foi demolido para ampliação em 1690 e 1691, datando dos anos seguintes as referências às obras já efetuadas, como o claustro, de 1702, e assim sucessivamente.