Image
Arquipelago de Origem:
Lisboa (cidade)
Data da Peça:
1840-00-00
Data de Publicação:
04/04/2021
Autor:
Joalheiro de Lisboa (?)
Chegada ao Arquipélago:
2021-04-04
Proprietário da Peça:
Herdeiros da casa Hohenzollern-Sigmaringen
Proprietário da Imagem:
Christie's, Genebra
Autor da Imagem:
Christie's, Genebra
Tiara de diamantes e safiras da rainha D. Maria II, 1840 (c.), Portugal

Categorias
    Descrição
    Tiara de diamantes e safiras de D. Maria II.
    (1819-1853)
    Remontagem de oficina Lisboa (?), 1840 (c.).
    Leilão Christie's, Genebra, 12 de maio de 2021.
    Proveniente da casa Hohenzollern-Sigmaringen, Baden-Wuttenberg, Alemanha.

    Esta tiara cravejada de diamantes e safiras, com uma notável safira birmanesa no centro, pertenceu à rainha D. Maria II (1819-1853) e terá sido herdada pela filha da rainha, a infanta D. Antónia de Bragança (1845-1913), princesa de Saxe-Coburgo-Gota e duquesa de Saxe, quando se casou, em 12 de setembro de 1861, em Lisboa, com Leopoldo (1835-1905), príncipe de Hohenzollern-Sigmaringen. Uma neta, D. Augusta Vitória (1890-1966), casaria em Sigmaringen, em 1913, com o ex-rei D. Manuel II de Portugal (1889-1932), tendo a avó ainda assistido ao casamento, mas falecendo pouco tempo depois, a 27 de dezembro de 1913.