Image
Arquipelago de Origem:
Belém
Data da Peça:
2019-12-07
Data de Publicação:
15/04/2020
Autor:
Identity and Culture, Sharjah Archaeological Heritage (UAE)
Chegada ao Arquipélago:
2020-04-15
Proprietário da Peça:
Identity and Culture, Sharjah Archaeological Heritage (UAE)/Museu Nacional de Arqueologia
Proprietário da Imagem:
Fernando Guerra/Identity and Culture, Sharjah Archaeological Heritage (UAE)
Autor da Imagem:
Fernando Guerra
Sala 3 da exposição Identity and Culture, Sharjah Archaeologic Heritage (UAE), 2019, Museu Nacional de Arqueologia, Lisboa, Portugal.

Categorias
    Descrição
    Sala 3 da exposição Identity and Culture, Sharjah Archaeological Heritage (UAE).
    Projeto de arquitetura de Mário e Rita Varela Gomes, e outros, trabalho das oficinas da Sampaio e AcriGlobal.
    Fotografia de Fernando Guerra, 7 de dezembro de 2019.
    Museu Nacional de Arqueologia, Complexo do Mosteiro dos Jerónimos, Belém, Lisboa, Portugal.

    A exposição Identidade e Cultura, Património Arqueológico de Sharjah, um dos Emirados Árabes Unidos, foi inaugurada no dia 14 de novembro de 2019 e estará patente ao público até ao fim do ano de 2020.
    Esta exposição nasceu da colaboração estabelecida entre a Missão Arqueológica Portuguesa em Sharjah, ali a trabalhar desde 2017 e a Autoridade para a Arqueologia daquele Emirado, assim como do pronto acolhimento dispensado pelo Museu Nacional de Arqueologia.

    Pretendemos dar ao público visitante, agora por meios informáticos, não só aspetos significativos da identidade e cultura daquela região da Arábia, mas também os contatos que desde tempos muito remotos se estabeleceram com outras culturas e, especialmente, com os portugueses, os primeiros europeus a ali aportarem na Modernidade.
    A terceira sala dedicada aos Primórdios dos Tempos utiliza como fundo fotografia do mangal dos arredores de Kalba e a cor vermelha no interior das vitrinas. Pretende-se assim estabelecer o nascimento das sociedades organizadas com a ligação à água.
    O destaque é dado às moldagens de enterramentos Neolíticos, tal como aos artefactos exumados na Idade do Ferro e do Bronze com destaque para os recipientes em pedra-sabão e cerâmicas várias.
    Uma das peças deste núcleo é o pequeno camelo em cerâmica pintada, da Idade do Ferro e que sendo um dos símbolos das culturas dos desertos da Arábia, é também o símbolo do Museu de Arqueologia de Sharjah.
    Nas paredes ainda figura uma célebre inscrição recolhida em Mleiha, trilingue e um fragmento de pedra com gravuras rupestres pré-históricas (Texto para Visita Virtual, abr. 2020).