Image
Arquipelago de Origem:
Madeira (Região Autónoma)
Data da Peça:
1842-00-00 00:00:00
Data de Publicação:
20190805
Autor:
Emily Genevieve Smith
Chegada ao Arquipélago:
2004-07-03 00:00:00
Proprietário da Peça:
Museu da Quinta das Cruzes
Proprietário da Imagem:
DRAC
Autor da Imagem:
Rui Camacho
Rapaz com melado e rapadoras, Emily Geneviéve Smith, 1842, ilha da Madeira.

Categorias
  • Documentos
    • Desenho / aguarela
  • Fotografia / imagem
    • Costumes
  • Personalidades
    • Artífices e populares
  • Pintura
    • Aguarela
Descrição
Boy with mellados rapadouras
Aguarela de Emily Genevieve Smith, 1842, inspirada na gravura de J. Gellatly.
Álbum de aguarelas, nem todas de Emily Genevieve Smith.
Museu da Quinta das Cruzes, Funchal, ilha da Madeira.

Emily Geneviéve Smith (Paris, 31 Ago. 1817; Londres, 27 Abr. 1877). Filha de Hanson Simpson, de Batth, em Inglaterra, foi nesta cidade que iniciou os seus estudos, onde se incluiu o desenho e aguarela, chegando a frequentar um curso em Londres. A 25 de Fevereiro de 1836 casou com o reverendo anglicano Reginald Southwell Smith (1809; 1895), mudando-se para a paróquia de Dorchester. O reverendo, no entanto, em 1840, teve dificuldades de saúde, pelo que vieram para a Madeira, aí estando entre 1841 e 1843. Emily Genevieve Smith reuniu num álbum de aguarelas e de diários outros autores, como o reverendo Moore, Mrs. Kalley, Webster Gordon, Miss Young, Mrs. Júlia Penford, Misss Ellen White e Miss Hayward, parecendo assim ter havido uma troca de experiências, ou de desenhos, dando aval à existência, senão de aulas de pintura com o pintor Andrew Picken, pelo menos de troca de impressões a esse respeito. Pub. por Abel Soares Fernandes, Ângela Freitas Alves e Julieta do Vale Fernandes, O Traje na Madeira. Subsídio para o seu estudo, DRAC, Funchal, 1994.