Image
Arquipelago de Origem:
Bijagós
Data da Peça:
2000-00-00
Data de Publicação:
06/05/2021
Autor:
Não identificado
Chegada ao Arquipélago:
2021-05-06
Proprietário da Peça:
Privado
Proprietário da Imagem:
Privado
Autor da Imagem:
Privado
Rapaz bijagó em cerimónia de iniciação (?), 2000 (c.), Ilha de Uno, arquipélago Bijagó, Guiné-Bissau

Categorias
    Descrição
    Rapaz bijagó em cerimónia de iniciação (?).
    Fotografia de 2000 (c.).
    Ilha de Uno, arquipélago Bijagó, Guiné-Bissau.

    Os adolescentes, entre os 12 e os 17 anos, tradicionalmente, os canhocám ou kanhocã, recebem dos pais para início da sua vida religiosa e para a passagem da puberdade à idade adulta, o espírito caratacó, com o primeiro conhecimento de ervanária na defesa dos maus olhados e oferendas de peixe, arroz e vinho. Nesta fase o canhocám nas suas danças de iniciação usa chapéu iassaca, amuletos vários e espadas de pau. O período seguinte, de kabaro ou caro será então a verdadeira entrada na idade adulta, em que o homem será essencialmente pescador, caçador e guerreiro. Bibliografia: Luigi Scantamburlo, Etnologia dos Bijagós da Ilha de Bubaque, Lisboa, Instituto de Investigação Científica e Tropical, 1991.