Image
Arquipelago de Origem:
Funchal
Data da Peça:
1900-00-00
Data de Publicação:
22/03/2021
Autor:
Câmara Municipal do Funchal
Chegada ao Arquipélago:
2021-03-22
Proprietário da Peça:
Câmara Municipal do Funchal
Proprietário da Imagem:
Gilberto Garrido
Autor da Imagem:
Gilberto Garrido
Poço da Neve do Areeiro, 1900 (c.), Areeiro, Funchal, ilha da Madeira

Categorias
    Descrição
    Poço da Neve do Areeiro.
    Alvenaria de pedra aparente, 1900 (c.)
    Antigo depósito onde se conservava o gelo do inverno para o verão, evitando a fusão e garantindo o fornecimento a hospitais e hotéis, único sobrevivente dos vários que existiram nos inícios do século XX.
    Fotografia de Gilberto Garrido, 2017.
    Parque Ecológico do Funchal, 1650 metros de altitude.
    Chão do Areeiro, Poiso, Funchal, ilha da Madeira.

    AREEIRO - O termo areeiro no vocabulário popular madeirense, significa lugar ou local onde existe um depósito de areão ou uma área de terreno areento, conforme define o Padre Fernando Augusto da Silva (Santa Maria Maior, 29 set. 1863; Funchal, 18 out. 1949), no seu opúsculo “Vocabulário Madeirense”, editado em 1950 pela Junta Geral do Funchal com prefácio do Cónego F. C. de Meneses Vaz (Santana a 1 fev. 1884; Funchal, 26 maio 1954). Assim, um areeiro na Madeira é um aglomerado ou depósito de piroclastos, provenientes de erupções vulcânicas explosivas. Estes materiais piroclásticos, por vezes, encontram-se alterados e argilificados pela acção dos agentes erosivos (chuva, granizo, neve, etc.) e são de granulometria variável. Os locais ou lugares de concentração destes piroclastos, são denominados pelos madeirenses com o topónimo de areeiro. São exemplos: o Chão do Areeiro, o Pico do Areeiro e o sítio do Areeiro, na freguesia de São Martinho no Funchal. (José Lemos Silva, Madeira, Gentes e Lugares, 2008 )