Image
Arquipelago de Origem:
Freguesia da Sé (Funchal)
Data da Peça:
1935-11-11 00:00:00
Data de Publicação:
06/05/2020
Autor:
Comissão dos Padrões
Chegada ao Arquipélago:
2020-05-06
Proprietário da Peça:
Câmara Municipal do Funchal
Proprietário da Imagem:
Rui Carita
Autor da Imagem:
Rui Carita
Padrão de homenagem aos Mortos da Grande Guerra, 1935 e 1952, Funchal, ilha da Madeira

Categorias
    Descrição

    Padrão de Homenagem aos Mortos da Grande Guerra.
    Cantaria do Porto Santo e bronze, 425 cm.
    Levantado a primeira vez na Praça Marquês de Pombal, a 11 de novembro de 1935, foi desmanchado com as alterações do espaço, mas voltou a ser reinaugurado a 2 de fevereiro de 1952, embora pouco tempo depois ainda tivesse sido reformulada a colocação, mas quase no mesmo sítio.
    Insc.: Liga dos Combatentes; Aos Combatentes Mortos pela Pátria. Homenagem dos Combatentes da Grande Guerra, IX-1918 a IX-1968; Aos Mortos da Grande Guerra 1914-1918.
    Fotografia 1995.
    Avenida do Mar e das Comunidades, Funchal, ilha da Madeira.

    Monumento efetuado para a Praça Marquês de Pombal e cuja primeira pedra foi lançada a 11 de novembro de 1935, veio depois a ser reinaugurado a 2 Fev. 1952, na Avenida do Mar que englobou esse espaço. O Diário de Notícias, 1 de fevereiro de 1952, informava que nesse dia ia ser reinaugurado o monumento na Avenida do Mar em homenagem às vítimas da 1.ª Grande Guerra. Tanto tempo depois, o DN desse dia pensava que "deve ser o último monumento aos Mortos", o que vem "testemunhar que as vítimas continuam a viver na nossa recordação".