Image
Arquipelago de Origem:
Freguesia da Sé (Funchal)
Data da Peça:
1930-00-00 00:00:00
Data de Publicação:
14/01/2016
Autor:
Não identificado
Chegada ao Arquipélago:
2016-01-13
Proprietário da Peça:
Igreja Presbiteriana
Proprietário da Imagem:
SIPA/DRAC
Autor da Imagem:
Rui Camacho
Órgão de tubos da igreja Metodista Escocesa de Santo André, 1930 (c.), Funchal, ilha da Madeira

Categorias
  • Arte Sacra
    • Órgãos
  • Documentos
    • Lápides e inscrições
  • Escultura
    • Madeira
    • Outros Materiais
  • Fotografia / imagem
    • Costumes
    • Interiores
  • Personalidades
    • Escultores e entalhadores
    • Santos e mártires
Descrição
Órgão de tubos da igreja Metodista Escocesa de Santo André.
Igreja presbiteriana, 1930 (c.).
Fotografia de Rui Camacho, DRAC, 2001.
Rua Conselheiro José Silvestre Ribeiro, Funchal, ilha da Madeira.

The Saint Andrew's Presbyterian Church of Funchal, Scots Kirk.
Cronologia:
1804 - presença provável na Madeira dos primeiros presbiterianos; 1838, 12 Out. - chegada à Madeira do médico escocês Robert Reid Kalley com a mulher Margarida Crawford; 1839, Jul. - ordenação do pastor presbiteriano Dr. Kalley pela Sociedade Missionária de Londres; 1840 - fundação de um hospital com tratamento gratuito para os mais pobres; 1841, 25 Mai. - distinção da Câmara Municipal do Funchal para "o bom doutor inglês" Robert Kalley, pelos seus "esforços filantrópicos" a favor dos pobres, doentes e analfabetos; 1843, Jan. - denúncia de Tolentino Vieira e Francisco Pires Soares terem "abandonado a Religião Católica, apostataram"; Abr. - detenção, excomunhão e condenação em tribunal eclesiástico por terem comungado na igreja escocesa; 1843, Jul. - processo-crime contra o reverendo Kalley e 26 calvinistas, que sofrem 6 meses de prisão preventiva; 1844, 2 Mai. - condenação à morte por blasfémia e heresia de Maria Joaquina Alves, comutada em 3 meses de prisão pelo Tribunal da Relação de Lisboa por intervenção da comunidade inglesa e erro processual, dadas as alterações liberais do código civil, constituição e carta constitucional, que tinham abolido a apostasia como crime civil; 1845, Fev. - chegada à Ilha do reverendo William Hewitson para continuar o trabalho de Kalley de forma mais discreta; 8 Mai. - fundação secreta da Igreja Presbiteriana do Funchal; 1846, Jun. / Jul. - assinalam-se vários espancamentos e de "hereges" calvinistas e são incendiadas 5 casas; 2 Ago - início de uma cruzada contra os presbiterianos da Madeira com o assalto à residência das senhoras Rutheford, na Quinta da Vigia, comandada pelo cónego Carlos Telles de Meneses dado ali se ter celebrado uma cerimónia religiosa presbiteriana, seguida de assalto ao hospital, escolas e residências presbiterianas; 9 Ago. - assalto à residência de reverendo Kalley no Vale Formoso, e fuga da Madeira do reverendo e da sua mulher para bordo do navio "Fourth", acção em que são seguidos depois por cerca de 2.000 madeirenses, depois entendidos como presbiterianos da Madeira, o que não pode ser verdade; 12 Set. - chegada ao Funchal do comissário régio para sindicar os acontecimentos, o açoriano António José de Ávila, mais tarde duque de Ávila e Bolana, com o futuro conselheiro José Silvestre Ribeiro, que ficaria como governador civil; 1851, 25 Jul. - ofício do governador sobre o pedido de indemnização do governo inglês no montante de 1574 libras esterlinas, cerca de 7 contos de réis, achando que deveria ser satisfeito; 1895 - inauguração do templo dedicado a Santo André, como Igreja Presbiteriana Escocesa; c. 1930 - execução dos vitrais por Ricardo Leone; 1934 - reforma do culto presbiteriano; 1934 a 1954 - vigência do reverendo J. A. Calderwood M. A.; 1938, 12 Out. - homenagem ao rev. Kalley; 1952 - filiação da comunidade madeirense na Igreja Presbiteriana Portuguesa; 1963, 12 Out. - nova homenagem ao rev. Kalley.