Image
Arquipelago de Origem:
Espanha
Data da Peça:
1650-00-00 00:00:00
Data de Publicação:
20130919
Autor:
Casai Elezgaray
Chegada ao Arquipélago:
2013-09-19 00:00:00
Proprietário da Peça:
Catedral de Placência
Proprietário da Imagem:
Privado
Autor da Imagem:
Privado
Órgão da Catedral Nova de Placência, Casai Elezgaray, 1600 a 1650, Plasencia, Espanha

Categorias
  • Arquitectura religiosa
    • Igreja
  • Arte Sacra
    • Órgãos
  • Artes Decorativas
    • Talha
  • Escultura
    • Madeira
  • Fotografia / imagem
    • Costumes
    • Interiores
  • Grupos e instrumentos Musicais
    • Órgão
  • Personalidades
    • Escultores e entalhadores
    • Fotógrafos
    • Músicos e compositores
Descrição
Órgão da Catedral Nova de Plasencia.
Órgão de Casai Elezgaray, 1600 a 1650.
Fotografia de 31 de agosto de 2012.
Catedral de Placência, Espanha.

O órgão de Placência foi construído por Casai Elezgaray e é da transição do plateresco para o barroco, com esculturas e relevos ligeiramente posteriores, numa cidade com importante tradição musical e berço de diversos organistas talentosos.
A construção da Catedral Nova foi iniciada em 1498 e prolongou-se ao longo do século XVI até 1578, ano em que foi interrompida. No século XVII houve mais obras, que nunca terminariam por falta de financiamento, ficando deste modo a catedral inacabada. A construção da nova catedral implicou a demolição do cruzeiro e de parte da cabeceira da Catedral Velha, com a qual a catedral nova comunica através do claustro, ficando a nave da velha emparedada, mas visível na parede do coro.
Na parte construída participaram os principais arquitetos espanhóis do século XVI, como Enrique Egas, Juan de Álava, Francisco de Colonia, Alonso de Covarrubias, Diego de Siloé, Rodrigo Gil de Hontañón, Pedro de Ezquerra e Pedro de Ibarra.
As cerimónias fúnebres do imperador Carlos V (Gante, 24 fev. 1500; mosteiro de Yuste, Cáceres, 21 set. 1558) foram realizadas na catedral, tendo havido então necessidade de cobrir com tapumes a parede sul.