Image
Arquipelago de Origem:
Lisboa (cidade)
Data da Peça:
1960-00-00
Data de Publicação:
20/04/2020
Autor:
João Antunes e outros
Chegada ao Arquipélago:
2020-04-20
Proprietário da Peça:
Panteão Nacional
Proprietário da Imagem:
Edifícios e Monmentos Nacionais
Autor da Imagem:
Edifícios e Monmentos Nacionais
Obras da Igreja de Santa Engrácia para adaptação a Panteão Nacional, 1960 (c.), Lisboa, Portugal

Categorias
    Descrição
    Obras da igreja de Santa Engrácia para albergarem o Panteão Nacional
    Mármores esculpidos e embutidos.
    Projeto de João Antunes (1643-1712), 1682 e seguintes.
    Fotografia dos Monumentos Nacionais de 1960 (c.)
    Lisboa, Portugal.

    A construção da igreja de Santa Engrácia foi das obras mais polémicas que alguma ocorreram em Portugal, com projetos e reconstruções sucessivas. A reconstrução do pequeno templo de 1568, ficou a cargo de Mateus do Couto (c.1620-1696), tio, desde 1676, mas ruiu num temporal em 1681, tendo passado para a frente da obra João Nunes Tinoco (c. 1612-c.1690), até ao seu falecimento por volta de 1690. O projeto definitivo foi feito por João Antunes (1643-1712), em 1682, João Antunes faleceria em 1712, continuando as obras Manuel do Couto (c. 1665-1733). As obras ainda resistem ao Terramoto, pelo que continuam na época do marquês de Pombal, mas só seriam acabadas por Oliveira Salazar depois de 1950, sendo inauguradas a 1 de dezembro de 1966.