Image
Arquipelago de Origem:
Faial (Madeira)
Data da Peça:
2021-07-01
Data de Publicação:
11/09/2021
Autor:
Jardim do Tojal
Chegada ao Arquipélago:
2021-09-11
Proprietário da Peça:
Jardim do Tojal
Proprietário da Imagem:
Raimundo Quintal
Autor da Imagem:
Raimundo Quintal
Mini-ananás, ananás-anão do Jardim do Tojal, fotografia de Raimundo Quintal, 1 de julho de 2021, Faial, ilha da Madeira

Categorias
    Descrição
    Mini-ananás, ananás-anão do Jardim do Tojal
    Nome científico: Ananas nanus (Ananas ananassoides).
    Nome vulgar: mini-ananás, ananás-anão
    Família: Bromeliaceae
    Porte: Herbácea
    Origem: Norte do Brasil, Suriname
    Fotografia de Raimundo Quintal, 1 de julho de 2021
    Jardim do Tojal, Faial, ilha da Madeira.

    Observação: Os pequeninos frutos exalam um aroma semelhante ao dos ananases comestíveis, pelo que são excelentes aromatizadores naturais. A planta conhecida por mini-ananás ou mini-abacaxi pertence ao mesmo género botânico da espécie Ananas comosus, que produz frutos conhecidos popularmente por ananás ou abacaxi.
    O nome científico atualmente aceite é Ananas ananssoides (Syn.: Ananas nanus). Esta herbácea, nativa do norte do Brasil até ao Suriname, possui folhas lanceoladas dispostas em espiral com espinhos nas margens. Do centro da roseta foliar emite uma haste de 30 a 40 cm, que desenvolve na ponta um mini-ananás com apenas 3 a 4 cm de comprimento. O frutinho é comestível, mas como a polpa é muito reduzida não costuma ser usado na alimentação.
    Apesar da diferença climática, dá-se muito bem no Jardim do Tojal onde está cultivado diretamente no solo e em vaso. As plantas expostas ao sol ficam com as folhas avermelhadas e frutificam melhor que as localizadas em ambiente de meia sombra e com folhas verdes.
    Para além do bom desempenho ornamental enquanto estão nas extremidades das hastes, os abacaxizinhos após o corte duram muito tempo e podem ser usados na decoração, quer pelo efeito visual, quer pelo perfume. Um aromatizador natural geneticamente brasileiro, produzido gratuitamente na Madeira
    01.07.2021
    Raimundo Quintal