Image
Arquipelago de Origem:
Costa do Marfim
Data da Peça:
1920-00-00
Data de Publicação:
26/06/2020
Autor:
Escultor Baulé
Chegada ao Arquipélago:
2020-06-26
Proprietário da Peça:
Privado
Proprietário da Imagem:
Sotheby's de Nova Iorque
Autor da Imagem:
Sotheby's de Nova Iorque
Máscara Baulé ndoma com penteado ritual, 1920 (c.), Costa do Marfim

Categorias
    Descrição
    Máscara ndoma (retrato) com penteado ritual.
    Máscara da etnia Baulé, denominada ndoma e utilizada como retrato de “irmão do Além”.
    Madeira entalhada e patinada com aplicações metálicas ao gosto Ashanti.
    Escultor Baulé, 1920 (c.), Costa do Marfim.
    Antiga coleção Helena Rubinstein (1870-1965) e depois outras.
    Leilão Sotheby's de Nova Iorque, Estados Unidos da América.

    Os baulé ocupam a zona de savana, na parte central da Costa do Marfim. Revelam várias origens, entre as quais ashanti. O reino formado a partir das imigrações ashanti do século XVIII, em que uma aristocracia estava constituída, sobreviveu até a invasão dos franceses, mas os antigos regimes sociais das populações persistiram, refletindo-se na religião, na escultura, como as máscaras as figuras de antepassados ou “irmãos do Além”, etc.