Image
Arquipelago de Origem:
Canadá
Data da Peça:
1970-00-00 00:00:00
Data de Publicação:
15/09/2022
Autor:
Não identificado
Chegada ao Arquipélago:
2022-09-15
Proprietário da Peça:
Não identificado
Proprietário da Imagem:
Roteiro Mulheres do Funchal
Autor da Imagem:
Roteiro Mulheres do Funchal
Martha Telles, Montreal, 1970 (c.), Canadá

Categorias
    Descrição
    Martha Telles
    (1930-2001),
    Montreal, 1970 (c.),
    Canadá

    Marta Cohen da Cunha Teles (1930-2001), com o nome artístico de Martha Telles, nascida a 19 de agosto de 1930, no Funchal, filha Alexandre da Cunha Teles (Funchal, 15 maio 1891; Lisboa, 18 mar. 1936) e de Anne Kristine Stephanie Wera Beranger Cohen (1900-c. 1965), dinamarquesa, cantora lírica e professora de canto, que estudara em Paris, tendo sido uma pintora de prestígio que retratou muito a ilha nas suas pinturas, inclusivamente com o avô, o general Norberto Jaime Teles (1852-1936). Antes de ingressar no curso de Pintura na Escola Superior de Belas Artes do Porto, estudou com o pintor alemão radicado na Madeira, Max Römer (1878-1960). Depois de trabalhar no ateliê de Helena Vieira da Silva (1908-1992), em Paris, fez o bacharelato em Artes Plásticas na Universidade de Montreal, entre 1968 e 1971. Terminou os estudos na Universidade MacGill no Canadá, onde se naturalizou em 1974, tendo regressado a Portugal apenas em 1983. Distinguiu-se na pintura a óleo, mas também utilizou aguarela e gravura, tendo ainda feito cartões para tapeçaria. Expôs individualmente e pela primeira vez em 1961, em Copenhaga e faleceu em Lisboa, a 21 de fevereiro de 2001. Duas das suas obras encontram-se no Museu de Arte Contemporânea do Funchal e uma na coleção da Caixa Económica do Funchal /BANIF. Mesmo vivendo longe da Ilha, conservou com ela grande ligação, que bem se traduz na frase que em 1999 proferiu quando expôs na Madeira: “Melhor que exposições, gostava que os meus quadros fossem para a Madeira e que bem os estimassem”. (Roteiro Mulheres do Funchal, n.º 21, 2020)