Image
Arquipelago de Origem:
Ciudad Rodrigo
Data da Peça:
2000-00-00 00:00:00
Data de Publicação:
20160816
Autor:
Aula Histórica Castillos y Recintos Defensivos. Ruta de Las Fortificaciones de Frontera
Chegada ao Arquipélago:
2011-10-02 00:00:00
Proprietário da Peça:
Aula Histórica Castillos y Recintos Defensivos. Ruta de Las Fortificaciones de Frontera
Proprietário da Imagem:
Rui Carita
Autor da Imagem:
Rui Carita
Maqueta de Torre de Assédio de San Felices de Los Gallegos, 2000 (c.), Salamanca, Espanha

Categorias
  • Armamento e fardamento militares
    • Modelos e material de instrução
  • Arquitectura e Engenharia Militares
    • Medieval
  • Escultura
    • Madeira
  • Fotografia / imagem
    • Costumes
    • Interiores
  • Personalidades
    • Engenheiros e arquitectos
    • Escultores e entalhadores
Descrição
Maqueta de Torre de Assédio de San Felices de Los Gallegos.
Madeira pintada, 2000 (c.)
Aula Histórica Castillos y Recintos Defensivos. Ruta de Las Fortificaciones de Frontera.
Fotografia de 26 de Agosto de 2011.
Torre de Menagem de San Felices de Los Gallegos, Salamanca, Espanha.

A aldeia de São Félix dos Galegos recebeu esse nome por ter sido repovoada alegadamente por galegos. A inclusão desta região no reino de Leão foi relativamente tardia e teve muito a ver o facto de Ciudad Rodrigo ter sido elevada a sede da diocese homónima em oposição à de Salamanca. A região, no entanto, sempre foi importante do ponto de vista histórico e aí temos a antiga diocese de Caliábria, já da época dos suevos e dos visigodos, que hoje se relaciona com o Mosteiro de Santa Maria de Aguiar, situado perto de Figueira de Castelo Rodrigo, nas terras de Riba Côa, que pertenciam ao reino de Leão, o que vai motivar a construção de castelos de um e do outro lado da antiga fronteira, situada no Côa, como Castelo Rodrigo, Castelo Bom, Castelo Mendo, Sabugal ou Sortelha, para além do foral dado à cidade da Guarda, em 1199.
A aldeia fica numa peneplanície perto do limite das arribas formadas pelo rio Águeda, afluente do Douro e relativamente perto também do conjunto arqueológico de gravuras paleolíticas de Siega Verde e que vêm a complementar o Parque Arqueológico do Vale do Côa, Património Mundial da Unesco. Responde às características das aldeias da região, com casas em pedra e um importante património medieval e renascentista fundamentalmente, épocas que coincidem com o auge máximo do território. Do ponto de vista histórico cumpre salientar o facto de que o Tratado de Alcanizes de 1297 fez com que a aldeia fosse portuguesa e o castelo fosse construído pelo rei D. Dinis (1261; 1279; 1325). A data de reintegração em Castela segundo alguns historiadores teria sido em 1350 e segundo outros, em 1476 no marco das frequentes rupturas das relações feudais que se davam nesta altura. O conjunto defensivo teve várias reconstruções: a cintura geral de muralhas pelos séculos VII e X, mas reformulada entre 1200 a 1300; a cidadela ou castelo, construída por 1297; a torre de Menagem, reconstruída pelo primeiro duque de Alba, por 1480; por 1640, ainda haveria de ser construída uma nova linha defensiva abaluartada e, em 1812, ainda haveria de resistir a um cerco do exército francês.