Image
Arquipelago de Origem:
Ciudad Rodrigo
Data da Peça:
2000-00-00 00:00:00
Data de Publicação:
20160816
Autor:
Aula Histórica Castillos y Recintos Defensivos
Chegada ao Arquipélago:
2011-10-02 00:00:00
Proprietário da Peça:
Aula Histórica Castillos y Recintos Defensivos
Proprietário da Imagem:
Rui Carita
Autor da Imagem:
Rui Carita
Maqueta de Onagro de San Felices de Los Gallegos, 2000 (c.), Salamanca, Espanha

Categorias
  • Armamento e fardamento militares
    • Modelos e material de instrução
  • Arquitectura e Engenharia Militares
    • Medieval
  • Escultura
    • Madeira
  • Fotografia / imagem
    • Costumes
    • Interiores
  • Personalidades
    • Engenheiros e arquitectos
    • Escultores e entalhadores
    • Mestres de obras reais e outros
    • Militares
Descrição
Maqueta de Onagro de San Felices de Los Gallegos.
Tipo de catapulta que também pode ser designada por trabuco, trabuquete ou manganela.
Madeira pintada, 2000 (c.)
Aula Histórica Castillos y Recintos Defensivos. Ruta de Las Fortificaciones de Frontera.
Fotografia de 26 de Agosto de 2011.
Torre de Menagem de San Felices de Los Gallegos, Salamanca, Espanha.

A aldeia de São Félix dos Galegos recebeu esse nome por ter sido repovoada alegadamente por galegos. A inclusão desta região no reino de Leão foi relativamente tardia e teve muito a ver o facto de Ciudad Rodrigo ter sido elevada a sede da diocese homónima em oposição à de Salamanca. A região, no entanto, sempre foi importante do ponto de vista histórico e aí temos a antiga diocese de Caliábria, já da época dos suevos e dos visigodos, que hoje se relaciona com o Mosteiro de Santa Maria de Aguiar, situado perto de Figueira de Castelo Rodrigo, nas terras de Riba Côa, que pertenciam ao reino de Leão, o que vai motivar a construção de castelos de um e do outro lado da antiga fronteira, situada no Côa, como Castelo Rodrigo, Castelo Bom, Castelo Mendo, Sabugal ou Sortelha, para além do foral dado à cidade da Guarda, em 1199.
A aldeia fica numa peneplanície perto do limite das arribas formadas pelo rio Águeda, afluente do Douro e relativamente perto também do conjunto arqueológico de gravuras paleolíticas de Siega Verde e que vêm a complementar o Parque Arqueológico do Vale do Côa, Património Mundial da Unesco. Responde às características das aldeias da região, com casas em pedra e um importante património medieval e renascentista fundamentalmente, épocas que coincidem com o auge máximo do território. Do ponto de vista histórico cumpre salientar o facto de que o Tratado de Alcanizes de 1297 fez com que a aldeia fosse portuguesa e o castelo fosse construído pelo rei D. Dinis (1261; 1279; 1325). A data de reintegração em Castela segundo alguns historiadores teria sido em 1350 e segundo outros, em 1476 no marco das frequentes rupturas das relações feudais que se davam nesta altura. O conjunto defensivo teve várias reconstruções: a cintura geral de muralhas pelos séculos VII e X, mas reformulada entre 1200 a 1300; a cidadela ou castelo, construída por 1297; a torre de Menagem, reconstruída pelo primeiro duque de Alba, por 1480; por 1640, ainda haveria de ser construída uma nova linha defensiva abaluartada e, em 1812, ainda haveria de resistir a um cerco do exército francês.