Image
Arquipelago de Origem:
Sultanato de Oman - Omã
Data da Peça:
1838-00-00 00:00:00
Data de Publicação:
20190509
Autor:
James Raymond Wellsted
Chegada ao Arquipélago:
2019-05-09 00:00:00
Proprietário da Peça:
British Library, Londres
Proprietário da Imagem:
British Library, Londres
Autor da Imagem:
British Library, Londres
Mapa de Oman, James Raymond Wellstel, Londres, 1838, Inglaterra

Categorias
  • Bibliografia
    • Livros antigos
  • Documentos
    • Álbuns e livros de viagens
    • Gravura / litografia
    • Mapa Impresso
  • Fotografia / imagem
    • Costumes
  • Personalidades
    • Cartógrafos
    • Editores e livreiros
    • Militares
    • Navegadores e astrólogos
  • Pintura
    • Gravura
Descrição
Map of Oman.
Sultanato de Omã.
Map of the Batinah region of Oman dedicado ao comodoro John Barrow (1764-1848).
James Raymond Wellsted (1805-1842), pub. In Travels in Arabia, 2 vols, Londres, 1838, 2º vol.
British Library, Londres, Inglaterra.

O Sultanato de Omã, ou Oman, constituiu-se desde a Antiguidade como num ativo centro de comércio, devendo a região do Omã a sua designação à língua suméria, quando era denominada como "Magan". Por volta de 563 a. C. a região foi incorporada no Império Aqueménida (550 a 330 a.C.), constituindo uma das suas "satrapias", e posteriormente, no Império persa Sassânida (224?651).
No início do século I, tribos nómadas árabes começaram a chegar à região, afirmando-se em 632, quando os Persas sassânidas perdem o poder na região. Em 751, os muçulmanos Ibadi estabeleceram um imanato em Omã, que sobreviveu até ao século XX. Em 1508, um dos seus mais importantes portos, Mascate, foi capturado pelos portugueses, que aí permaneceram, com restrições, a partir de 1648 e até a cidade ser tomada pelos Otomanos, em 1659.