Image
Arquipelago de Origem:
Santarém
Data da Peça:
1660-00-00 00:00:00
Data de Publicação:
20161228
Autor:
Oficina portuguesa
Chegada ao Arquipélago:
2016-12-28 00:00:00
Proprietário da Peça:
Santa Maria de Almoster
Proprietário da Imagem:
Privado
Autor da Imagem:
Privado
Lavabo de sacristia, 1660 (c.), igreja do convento de Santa Maria de Almoster, Santarém, Portugal

Categorias
  • Arquitectura religiosa
    • Convento e recolhimento
    • Igreja
    • Sacristias e instalações
  • Arte Sacra
    • Lava-mãos
  • Artes Decorativas
    • Azulejos
  • Escultura
    • Cerâmica e afins
    • Pedra
  • Fotografia / imagem
    • Costumes
    • Interiores
  • Personalidades
    • Artífices e populares
    • Escultores e entalhadores
Descrição
Lavabo de sacristia.
Mármores embrechados de oficina portuguesa, 1660 (c.).
Azulejos de figura solta de oficina portuguesa de 1650 (c.) e de tapete com albarradas, de 1690 (c.)
Fotografia de 2013.
Igreja do convento de Santa Maria de Almoster, Santarém, Portugal.

O convento de Santa Maria de Almoster foi fundado em 1289 por D. Berengária Aires, aia da Rainha Santa Isabel e mulher de D. Rodrigo Garcia, em cumprimento do desejo testamental de sua mãe, D. Sancha Pires. As obras resultaram da iniciativa conjunta da fundadora e da rainha, tendo esta última mandado edificar o claustro e a enfermaria. Após a conclusão das obras, a rainha continuou a manifestar interesse pelo convento, deixando-lhe em testamento cerca de mil libras. O convento regia-se pela Regra de Cister, recebendo dízimo foro de todo o couto de Almoster. De entre as várias religiosas que aqui professaram, há a destacar D. Violante Gomes, mãe de D. António, prior do Crato.