Image
Arquipelago de Origem:
Lisboa (cidade)
Data da Peça:
2014-00-00
Data de Publicação:
29/01/2021
Autor:
Reitoria da Universidade de Lisboa
Chegada ao Arquipélago:
2021-01-29
Proprietário da Peça:
Reitoria da Universidade de Lisboa
Proprietário da Imagem:
Reitoria da Universidade de Lisboa
Autor da Imagem:
Reitoria da Universidade de Lisboa
João David Pinto Correia, 2014, Universidade de Lisboa, Campo Grande, Lisboa, Portugal

Categorias
    Descrição
    João David Pinto Correia,
    (1939-2018)
    Em júri de provas de doutoramento na Reitoria da Universidade de Lisboa, 2014.
    Campo Grande, Lisboa, Portugal

    João David Pinto Correia, (São Gonçalo, Funchal, 14 dez. 1939-Lisboa, 19 ago. 2018) era doutorado em Letras pela Universidade de Lisboa, professor catedrático aposentado da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa e foi o presidente da 3ª comissão instaladora da Universidade da Madeira (UMa). O investigador dirigiu a Revista Lusitana - Nova Série e o Centro de Tradições Populares Portuguesas, onde concretizou o Arquivo Digital de Literatura Oral Tradicional e era uma «referência maior dos estudos de Literatura Oral e Tradicional», afirmou a Associação Portuguesa para a Salvaguarda do Património Cultural Imaterial (APSPCI). Fez parte da direção do PEN Clube Português e da Associação Portuguesa dos Críticos Literários. Faleceu em Lisboa, a 19 de agosto de 2018.
    Da sua obra, realçam-se os livros Romanceiro Oral da Tradição Portuguesa, Apresentação Crítica, Antologia e Sugestões para Análise Literária, Edições Duarte Reis, 2003, O Essencial sobre o Romanceiro Tradicional, INCP, Imprensa Nacional Casa da Moeda, 1986, e uma edição da Peregrinação, de Fernão Mendes Pinto, Edições Duarte Reis, 2002, talvez dos seus trabalhos mais notáveis. Escreveu ainda, com a professora Edite Estrela, o Guia Essencial da Língua Portuguesa para a Comunicação Social (Editorial Notícias, abril de 1999).
    Na nota divulgada pela presidência, o Governo Regional recorda que David Pinto Correia, foi “um dos mais reputados autores e investigadores da etnografia e das literaturas oral e tradicional portuguesas”. "O Governo Regional vem endereçar à família enlutada os mais sinceros pêsames e associar-se à sua dor, aproveitando para enaltecer a figura ilustre do pensador e investigador, mas também do madeirense e do homem de bom trato e que teve o condão de fazer amigos por onde passava", acrescenta. O executivo afirma a sua gratidão para com o “ilustre madeirense” devido aos “relevantes serviços prestados em nome da região, da cultura madeirense e da autonomia”. O Representante da República para a Região também lamentou a morte de João David Pinto Correia. "Ao tomar conhecimento do falecimento do Professor Doutor João David Pinto Correia, apresento à família enlutada as mais sentidas condolências", expressa Ireneu Barreto em comunicado.