Image
Arquipelago de Origem:
Faial (Madeira)
Data da Peça:
2017-09-10
Data de Publicação:
14/10/2020
Autor:
Vários
Chegada ao Arquipélago:
2020-10-14
Proprietário da Peça:
Paróquia do Faial
Proprietário da Imagem:
JM
Autor da Imagem:
JM
Interior da igreja matriz da freguesia do Faial, reconstrução de 1965 (c.), Santana, ilha da Madeira

Categorias
    Descrição
    Interior da igreja matriz da freguesia do Faial.
    Reconstrução de 1965 (c.)
    Fotografia JM de 10 de setembro de 2017.
    Faial, Santana, ilha da Madeira.

    Embora se desconheça a data da construção da primitiva capela de Nossa Senhora da Natividade do Faial, sabe-se que foi construída na fazenda povoada dos terrenos pertencentes a Lanzarote Teixeira, 4º filho do primeiro donatário de Machico, Tristão Vaz Teixeira. A capela já existia em 1531, pois foi nesse ano ali provido como capelão o padre João Soares, que fora beneficiado da praça de Arzila. A paróquia do Faial foi criada por alvará régio de 20 de fevereiro de 1550, ainda em 11 fev. 1746, dotado com mais um cura, então o padre Pedro Catanho de Meneses. Esta família possuía já grande importância na área, pois deveu-se ao pároco Manuel Catanho de Meneses, em 1699, a construção de uma muralha de proteção à antiga igreja, o que não obstou que poucas décadas depois, as águas da ribeira a quase destruíssem, tendo-se reconstruído em melhor local, por mandado do Conselho da Fazenda de 20 nov. 1744, segundo traça e orçamento do mestre das obras reais João Moniz de Abreu e a obra dada de arrematação ao mestre carpinteiro Cristóvão Gomes de Sousa, tendo, a 5 ago. 1745, sido lançada a primeira pedra do novo templo. Um grande incêndio a 12 de setembro de 1960, ao início da noite, destruiu todo o interior, sendo assim dos anos seguintes a igreja que conhecemos hoje. Da antiga igreja ficaram algumas fotografias de baixa qualidade e, a aguarela Fayal Church, Madeira, de Andrew Picken (1815-1845), de cerca de 1844, hoje na coleção da Câmara Municipal do Funchal.