Image
Arquipelago de Origem:
Belém
Data da Peça:
0200-00-00
Data de Publicação:
03/02/2021
Autor:
Mestre de Mleiha
Chegada ao Arquipélago:
2021-02-03
Proprietário da Peça:
Património do Emirado de Sharjah
Proprietário da Imagem:
Carlos Inácio
Autor da Imagem:
Carlos Inácio
Inscrição bilingue de Mleiha, 200 a.C. (c.), sala 3 da exposição Identity and culture, Sharjah Archaeologic Heritage (UAE), 2020, Museu Nacional de Arqueologia, Lisboa, Portugal.

Categorias
    Descrição
    Inscrição bilingue de Mleiha, 200 a.C..
    Inscrição funerária, 87 x 52 x 16/18 cm. em aramaico e árabe arcaico, 200 a.C. (c.)
    Proveniente do túmulo FA-5 de Mleiha.
    Cultura Umm an-Nar (A Mãe do Fogo), 2.600 a 2.000 a.C. e seguintes, área arqueológica começada a escavar em 1973.
    Sala 3 da exposição Identity and culture, Sharjah Archaeological Heritage (UAE), trabalho oficinas da Sampaio e AcriGlobal.
    Fotografia de Carlos Inácio, 5 de julho de 2020.
    Museu Nacional de Arqueologia, Complexo do Mosteiro dos Jerónimos, Belém, Lisboa, Portugal.

    A inscrição é bilingue, redigida em aramaico, na moldura e em árabe arcaico do Sul, ao centro. Identifica o tumulado como Amud, filho de Gurr, que estivera ao serviço do rei de Oman e foi mandada levantar pelo filho homónimo, Amud, filho de Amud. O mausoléu foi erigido 90 ou 97 da época seleucida, entre 222 a 221 ou 215 a 214 a.C.
    A exposição Identidade e Cultura, Património Arqueológico de Sharjah, um dos Emirados Árabes Unidos, foi inaugurada no dia 14 de novembro de 2019, com a presença da Ministra da Cultura, Graça Fonseca e o Xeque Sultão Bin Ahmed Al-Qasimi, Presidente do Conselho de Comunicação Social de Sharjah, em representação de sua Alteza Xeque Doutor Sultão bin Muhammad Al-Qasimi, Emir de Sharjah e esteve patente ao público até ao fim do ano de 2020. Esta exposição nasceu da colaboração estabelecida entre a Missão Arqueológica Portuguesa em Sharjah (IAP/NOVA Lisboa), ali a trabalhar desde 2017 e a Autoridade para a Arqueologia daquele Emirado, assim como do pronto acolhimento dispensado pelo Museu Nacional de Arqueologia.