Image
Arquipelago de Origem:
Faial (Madeira)
Data da Peça:
2017-00-00
Data de Publicação:
14/10/2020
Autor:
Vários
Chegada ao Arquipélago:
2020-10-14
Proprietário da Peça:
Vários
Proprietário da Imagem:
Privado
Autor da Imagem:
Privado
Igreja matriz e freguesia do Faial, 2017, Santana, ilha da Madeira

Categorias
    Descrição
    Igreja matriz e freguesia do Faial.
    Fotografia de 2017.
    Faial, Santana, ilha da Madeira.

    Embora se desconheça a data da construção da primitiva capela de Nossa Senhora da Natividade do Faial, sabe-se que foi construída na fazenda povoada dos terrenos pertencentes a Lanzarote Teixeira, 4º filho do primeiro donatário de Machico, Tristão Vaz Teixeira. A capela já existia em 1531, pois foi nesse ano ali provido como capelão o padre João Soares, que fora beneficiado da praça de Arzila. A paróquia do Faial foi criada por alvará régio de 20 de fevereiro de 1550, ainda em 11 fev. 1746, dotado com mais um cura, então o padre Pedro Catanho de Meneses. Esta família possuía já grande importância na área, pois deveu-se ao pároco Manuel Catanho de Meneses, em 1699, a construção de uma muralha de proteção à antiga igreja, o que não obstou que poucas décadas depois, as águas da ribeira a quase destruíssem, tendo-se reconstruído em melhor local, por mandado do Conselho da Fazenda de 20 nov. 1744, segundo traça e orçamento do mestre das obras reais João Moniz de Abreu e a obra dada de arrematação ao mestre carpinteiro Cristóvão Gomes de Sousa, tendo, a 5 ago. 1745, sido lançada a primeira pedra do novo templo. Um grande incêndio a 12 de setembro de 1960, ao início da noite, destruiu todo o interior, sendo assim dos anos seguintes a igreja que conhecemos hoje. Da antiga igreja ficaram algumas fotografias de baixa qualidade e, a aguarela Fayal Church, Madeira, de Andrew Picken (1815-1845), de cerca de 1844, hoje na coleção da Câmara Municipal do Funchal.