Image
Arquipelago de Origem:
Planalto de Mueda
Data da Peça:
1972-03-00 00:00:00
Data de Publicação:
20180614
Autor:
Manuel Correia de Bastos
Chegada ao Arquipélago:
2013-05-03 00:00:00
Proprietário da Peça:
Manuel Bastos
Proprietário da Imagem:
Manuel Bastos
Autor da Imagem:
Manuel Bastos
Helicóptero com evacuação de ferido junto de Mueda, 1972, Planalto de Mueda, Cabo Delgado, Moçambique.

Categorias
  • Arquitectura e Engenharia Militares
    • Instalações
  • Aviação
    • Helicópteros
  • Escultura
    • Outros Materiais
  • Fotografia / imagem
    • Costumes
    • Paisagens rurais e urbanas
  • Personalidades
    • Fotógrafos
    • Militares
Descrição
Helicóptero com evacuação de ferido junto de Mueda.
Manuel Correia de Bastos, março de 1972.
Blogue Cacimbo.
Mueda, Planalto de Mueda, Cabo Delgado, Moçambique.

Manuel Correia de Bastos, ex-furriel Mil.º da companhia de Artilharia 3503, prestou serviço em Mueda (Moçambique), desde 12 de fevereiro de 1972 até ter sido ferido em combate, em 4 de junho, devido à deflagração de uma mina antipessoal.
A CART 3505, Unidos e Firmes, foi formada a partir de 12 de setembro de 1971, em Penafiel, saindo no paquete Niassa de Lisboa a 9 de janeiro de 1972 e chegando a Porto Amélia (hoje, Pemba), a 6 de fevereiro. Estava destinada ao antigo Sagal, deslocando-se para Mueda, a 12 de fevereiro, acabando por ali ficar para intervenção. Era então constituída por 153 militares, parte dos quais de recrutamento provincial, permanecendo em zona de guerra por 26 meses, sofrendo 58 baixas, entre as quais um desaparecido, 52 feridos, 16 dos quais muito graves e 5 mortos. Um dos mais graves acidentes ocorreu a 8 de julho de 1972, perto da antiga base de Muera, em que faleceu o furriel José Pires Ventura e ficaram gravemente feridos o capitão José Azevedo e o alferes António Silvestre. A CART 3503 saiu de Mueda a 10 de abril de 1974, perto da data do pronunciamento militar que encerrou a Guerra Colonial.