Image
Arquipelago de Origem:
Faial (Madeira)
Data da Peça:
2020-03-25
Data de Publicação:
30/01/2021
Autor:
Hospício da Princesa D. Maria Amélia
Chegada ao Arquipélago:
2021-01-30
Proprietário da Peça:
Estuja do Jardim do Tojal
Proprietário da Imagem:
Raimundo Quintal
Autor da Imagem:
Raimundo Quintal
Futuros dragoeiros do Jardim do Tojal, março de 2020, Faial, ilha da Madeira

Categorias
    Descrição
    Futuros dragoeiros do Jardim do Tojal.
    Nome científico: Dracaena draco (L.) L.
    Nome vulgar: Dragoeiro.
    Família: Asparagaceae.
    Porte: arbóreo.
    Origem: Porto Santo e Madeira.
    Fotografia de Raimundo Quintal, 25 de março de 2020.
    Jardim do Tojal, Faial, ilha da Madeira.

    ESPERANÇA NUM MUNDO MAIS JUSTO
    No final do passado ano letivo a Leonor colheu, à entrada do Jardim do Hospício da Princesa D. Maria Amélia, sementes dos dois dragoeiros centenários com o objetivo de fazer uma sementeira na sua pequenina estufa e avaliar quanto tempo demorariam a germinar. No dia 25 de agosto de 2019 colocou as sementes na terra e cerca de um mês depois começaram a sair do solo as primeiras folhinhas. Pelo Natal já estavam todos espigadotes. Passados sete meses os jovens dragoeiros estão viçosos e brevemente deverão ser repicados para vasos maiores. Posteriormente serão plantados em jardins. Entretanto, um dos monumentais dragoeiros do Hospício colapsou na primeira semana de outubro. O sítio continua vazio. Que bom seria plantar ali um dos seus descendentes no fim deste atribulado ano letivo, como sinal de esperança num mundo mais justo.
    Raimundo Quintal
    Jardim do Tojal, 25.03.2020