Image
Arquipelago de Origem:
Freguesia da Sé (Funchal)
Data da Peça:
1934-05-28
Data de Publicação:
24/09/2022
Autor:
Francisco Franco/Álvaro Nascimento Figueira
Chegada ao Arquipélago:
2022-09-24
Proprietário da Peça:
Museu de Fotografia da Madeira, ABM
Proprietário da Imagem:
Museu de Fotografia da Madeira
Autor da Imagem:
Álvaro Nascimento Figueira/MFM/ABM
Desfile final da inauguração da estátua de João Gonçalves Zarco na avenida Arriaga, Foto Figueiras, 28 de maio de 1934, Funchal, ilha da Madeira

Categorias
    Descrição
    Desfile final da inauguração da estátua de João Gonçalves Zarco na avenida Arriaga,
    Bronze, 320 cm.
    Francisco Franco (1885-1955), 1927 a 1934.
    Pedestal do Arq. Cristino da Silva (1896-1976).
    Negativo simples, película; gelatina e sais de prata; 9,1 x 6,1 cm.
    Fotografia de Álvaro Nascimento Figueira (1885-1967), Foto Figueiras, 28 de maio de 1934.
    Museu de Fotografia da Madeira - Atelier Vicente's (MFM-AV, inv. ANF/469), em depósito na DRABM
    Funchal, ilha da Madeira

    A estátua, encomendada em 1918 ao escultor madeirense Francisco Franco (1885-1955), representa a figura de Zarco, o primeiro capitão donatário do Funchal, numa versão final que data de 1927. A obra assenta sob um pedestal, da autoria de Cristino da Silva (1896-1976), que congrega, em baixo-relevo, quatro figuras representativas da epopeia dos descobrimentos, com as representações da Conquista, da Sabedoria, da Colonização e da Cristianização. Na base do conjunto encontra-se ainda uma cruz de Cristo, dos elementos identificativos da nação portuguesa, sendo tida como uma das obras de referência de Francisco Franco e um dos expoentes do modernismo em Portugal, recebendo, em 1929, a medalha de ouro na Exposição Ibero-Americana de Sevilha. Fotografia publicada pelo Museu de Fotografia da Madeira - Atelier Vicente's assinalando o 87.º aniversário da inauguração da estátua de João Gonçalves Zarco, a 28 de maio de 1934 e que se inseriu, como era habitual na altura, num rol de iniciativas comemorativas do golpe militar de 1926 que instaurou a Ditadura e deu início à montagem do Estado Novo.