Image
Arquipelago de Origem:
Terceira
Data da Peça:
1829-04-24
Data de Publicação:
14/04/2021
Autor:
D. Maria II
Chegada ao Arquipélago:
2021-04-14
Proprietário da Peça:
Câmara Municipal de Angra do Heroísmo
Proprietário da Imagem:
Câmara Municipal de Angra do Heroísmo
Autor da Imagem:
Câmara Municipal de Angra do Heroísmo
D. Maria II e a bandeira de Caçadores 5, 24 de abril de 1829, Câmara Municipal de Angra do Heroísmo, ilha Terceira, Açores

Categorias
    Descrição
    Maria II e a bandeira de Caçadores 5.
    (1819-1853)
    Enviada de Londres, 24 de abril de 1829.
    Câmara Municipal de Angra do Heroísmo, ilha Terceira, Açores

    O marquês de Palmela (1781-1850) enviou ao comandante do batalhão de Caçadores 5, o seguinte ofício, acompanhando a bandeira que a rainha oferecera: «S. M. a Rainha, Minha Senhora, tendo na mais alta consideração os importantes serviços que há feito o batalhão de Caçadores 5, de que V. M. é digno comandante, portando-se com brio e denodo que desde longo tempo o caracterizam e dando o mais nobre exemplo de fidelidade à legítima soberana, quando desgraçadamente uma parte da força armada seguia o partido de rebelião: Foi servida dar ao dito corpo o mais raro testemunho de grande apreço que faz de tão assinalados serviços, enviando-lhe uma bandeira, em cuja bordadura trabalhou com suas próprias e régias mãos: dom singularíssimo e nunca feito até agora. S. M. espera que V. M. faça conhecer ao valente batalhão de Caçadores 5, que a mesma Augusta Senhora lhe faz a maior honra que pode fazer-se, e que esta bandeira, monumento da régia munificência e do mérito sobre que ela se empregou, deve servir-lhe de incentivo para continuar em seu digno porte, seguindo, como até agora, a vereda da honra e do dever, etc. Londres, 24 de abril de 1829. Marquez de Palmela.» In Gervásio Lima, Breviário Açoreano, Angra do Heroísmo, Tip. Editora Andrade, 1935, p. 139.