Image
Arquipelago de Origem:
Lisboa (cidade)
Data da Peça:
1685-00-00 00:00:00
Data de Publicação:
20180524
Autor:
Mestre joanino
Chegada ao Arquipélago:
2018-05-24 00:00:00
Proprietário da Peça:
Matriz de São Sebastião da Pedreira
Proprietário da Imagem:
Rui Carita
Autor da Imagem:
Rui Carita
Coro da igreja de São Sebastião da Pedreira, 1685 (c.) e seguintes, Lisboa, Portugal

Categorias
  • Arquitectura religiosa
    • Igreja
  • Arte Sacra
    • Grades
    • Órgãos
  • Escultura
    • Madeira
    • Outros Materiais
    • Pedra
  • Fotografia / imagem
    • Costumes
    • Interiores
  • Personalidades
    • Engenheiros e arquitectos
    • Mestres de obras reais e outros
    • Pintores, gravadores e douradores
    • Santos e mártires
  • Pintura
    • Óleo
Descrição
Coro da igreja de São Sebastião da Pedreira.
Colunas torsas ao gosto de Gian Lorenzo Bernini (1598-1680), 1685 e seguintes.
Balaustrada do coro, 1720 e 1770 (c.)
Fotografia de 26 de janeiro de 2018.
Largo de São Sebastião da Pedreira, Lisboa, Portugal.

Igreja seiscentista, fundada no tempo do rei D. João IV (1604-1656), no sítio da Pedreira de Lisboa, foi inaugurada em 1652, sendo das raras construções que sobreviveram ao terramoto de 1755, embora perdendo o teto de caixotões. Apresenta a severa linguagem do estilo chão, com fachada ladeada por duas torres sineiras, definida por pilastras e cunhais de cantaria, pequenas frestas indicativas dos vários andares e coroada por duplo frontão triangular e óculo central. É servida por escadaria dupla, lateral, para vencer o desnível do adro e apresenta um portal ligeiramente relevado, rematado por tímpano interrompido e medalhão central com o emblema do santo padroeiro, encimado por pináculo. O interior, de nave única, apresenta uma rica decoração típica do barroco dos séculos XVII e XVIII, que se integra no conceito de arte total, específico dos programas decorativos portugueses da sua época, com painéis de azulejos e altares do Estilo Nacional.