Image
Arquipelago de Origem:
Funchal
Data da Peça:
1821-00-00 00:00:00
Data de Publicação:
27/02/2020
Autor:
Luiz Jozé Baiardo
Chegada ao Arquipélago:
2004-05-08
Proprietário da Peça:
Arquivo Rui Carita, ARM/ABM
Proprietário da Imagem:
Rui Carita
Autor da Imagem:
Rui Carita
Carta escrita a um sujeito da ilha da Madeira, Luiz Jozé Baiardo, Lisboa, 1821, Portugal

Categorias
  • Documentos
    • Impressos / digitais
Descrição
Carta escrita a um sujeito da província da ilha da Madeira, ou o Lundum dos Bordões que tocou Sebastião Xavier Botelho .... Impresso, 21,6 x 15,7 cm. 33 pp.
Luiz Jozé Baiardo, Lisboa,
Of. de António Rodrigues Galhardo, 1821.
Colecção Rui Carita, doação ABM/ARM (arquivos particulares), Funchal, ilha da Madeira.

José Luís Baiardo (1776; 18 ?). Secretário do bispo D. Francisco Joaquim de Meneses e Ataíde, bispo de Meliapor e eleito de Elvas, administrador da diocese do Funchal, foi teatreiro profissional no Salitre e depois na Rua dos Condes, dizendo-se que as suas peças eram obras do prelado. Escreveu entre outras, O Marquês de Pombal, ou o Terramoto de 1755, 1838 e Christierno, Rei da Dinamarca, viajando incógnito pelos seus Estados, ou a constância e heroísmo de uma Mulher !, 1841. A primeira parece ter servido de inspiração a Almeida Garrett para a Sobrinha do Marquês.