Image
Arquipelago de Origem:
Caricatura do barão Thomas Brassey, Leslie Mathew Ward, Spy, Vanity Fair, Londres, 6 de outubro de 1877, Inglaterra
Data da Peça:
1877-10-06
Data de Publicação:
07/10/2020
Autor:
Leslie Mathew Ward, Spy
Chegada ao Arquipélago:
Proprietário da Peça:
Leslie Mathew Ward, Spy/Vanity Fair
Proprietário da Imagem:
Museu Marítimo de Londres
Autor da Imagem:
Museu Marítimo de Londres
Caricatura do barão Thomas Brassey, Leslie Mathew Ward, Spy, Vanity Fair, Londres, 6 de outubro de 1877, Inglaterra

Categorias
    Descrição
    Caricatura do barão Thomas Brassey
    Round the World
    Thomas Brassey (1836-1918), marido da escritora Annie Brassey (1839-1887)
    Caricatura Leslie Mathew Ward, Spy (1851-1922) para a Vanity Fair, londres, 6 de outubro de 1877
    Museu Marítimo de Londres, Inglaterra

    O barão Thomas Brassey (1836-1918), filiado no Partido Liberal, membro do Parlamento inglês e governador do estado da Victoria, Austrália, de 1895 a1900, casou a 9 de outubro de 1860, na igreja de Saint George, em Londres, com Anna Allnutt, depois mais conhecida por Annie Brassey, de quem teve cinco filhos. Anna nascera a 7 de outubro de 1839, em Londres, e faleceu a 14 de setembro de 1887, entre a Austrália e Indonésia. Descendente de uma família abastada ligada ao comércio do vinho, Annie Brassey era filha de John Allnutt e de Elizabeth Harriet Burnett. Foi escritora, fotógrafa amadora e viajante, sobejamente conhecida pelos seus relatos e diários de viagem. Órfã de mãe precocemente e educada em casa, cedo Annie Brassey ganhou grande afeição pela leitura, as línguas e a botânica. Thomas e Annie Brassey visitaram Portugal, incluindo os Açores e a Madeira. Percorreu Lisboa, Sintra, Monserrate, Belém, Porto, Viseu e Santa Cruz das Flores, nos Açores. A passagem pela Madeira foi mais prolongada. Visitaram-na por duas vezes, a primeira em 1876-1877, numa visita de apenas quatro dias que se encontra narrada em A Voyage in the “Sunbeam”, e a segunda, em 1883, durante cerca de dez dias, narrada em In the Trades, the Tropics, and the Roaring Forties. Celebraram na Madeira não só o seu 44.º aniversário da escritora, mas também o 23.º aniversário de casamento. Annie faleceu no dia 14 de setembro de 1887, vítima de malária, a bordo do navio em que viajavam, ao largo da Austrália e da Indonésia, quando se dirigia para a ilha Maurícia.