Image
Arquipelago de Origem:
São Pedro (Funchal)
Data da Peça:
1970-00-00 00:00:00
Data de Publicação:
15/09/2022
Autor:
Não identificado
Chegada ao Arquipélago:
2022-09-15
Proprietário da Peça:
Roteiro Mulheres do Funchal
Proprietário da Imagem:
Roteiro Mulheres do Funchal
Autor da Imagem:
Roteiro Mulheres do Funchal
Beatriz Helena de Barros Lima, Funchal, 1970 (c.), ilha da Madeira

Categorias
    Descrição
    Beatriz Helena de Barros Lima,
    (1884-1973)
    Fotografia de 1970 (c.)
    Funchal, ilha da Madeira

    Beatriz Helena de Barros Lima nasceu no Funchal a 3 de julho de 1884, filha do 2º visconde de Geraz do Lima, e de D. Ana Sofia Welsh de Freitas Lomelino. Era prima e amiga da escritora Luísa Grande Lomelino, conhecida como Luzia. Beatriz trabalhou como enfermeira na Cruz Vermelha Portuguesa, saindo dos padrões da etiqueta feminina da época. A delegação da Cruz Vermelha na Madeira foi instalada em 1914, tendo como primeiro presidente o seu pai, o visconde de Geraz do Lima. Aquando dos ataques do submarino alemão, a 3 de dezembro de 1916, Beatriz, acompanhada pela mãe, participou no socorro aos feridos, sendo, pela bravura demonstrada durante os salvamentos, condecorada em 29 de julho de 1919 com o oficialato da Torre e Espada, tendo recebido ainda a Medalha de Valor e Mérito da Cruz Vermelha Portuguesa. As qualidades de caridade e filantropia que então demonstrou foram publicamente reconhecidas pela imprensa da época, e nunca a abandonaram ao longo da vida, presidindo também às Visitadoras da Assistência aos Indigentes da Madeira. Viveu quase toda a vida no palacete Geraz de Lima à rua dos Netos n.º 30, onde veio a falecer a 1 de julho de 1973, aos 89 anos. (Roteiro Mulheres do Funchal, n.º 10, 2020)