Image
Arquipelago de Origem:
Madeira
Data da Peça:
1969-11-05
Data de Publicação:
23/05/2020
Autor:
Paulo Sá Braz
Chegada ao Arquipélago:
2020-05-23
Proprietário da Peça:
Comèrcio do Funchal
Proprietário da Imagem:
Gorete Silva
Autor da Imagem:
Gorete Silva
As eleições de 1969 e a Madeira, Dr. Agostinho Cardoso e a renovação na continuidade, caricatura de Paulo Sá Braz, novembro de 1969, Funchal, ilha da Madeira.

Categorias
    Descrição
    As eleições de 1969 e a Madeira, Dr. Agostinho Cardoso e a renovação na continuidade.
    Mortos ao chão… vivos ao pão.
    O Dr. Agostinho Cardoso (1908-1979), líder da União Nacional, aponta os caixões dos deputados cessantes, Alberto de Araújo (1903-1977) e Rui Vieira (1926-2009), com os dois jovens candidatos em carrinho de bebés, professor Eleutério de Aguiar (1940-2002) e engenheiro José Adolfo Pinto Eliseu (1916-2018).
    Caricatura de Paulo Sá Braz (1919-2003), in Comércio do Funchal, 12 de outubro de 1969, p. 5.

    Pub. por Gorete Silva, licenciada em História e docente aposentada, “As Eleições Legislativas de 26 de Outubro de 1969, na Madeira”, in Islenha 57, direção de Marcelino de Castro, Funchal, DRAC, julho.dezembro, 2015, p. 39. Agostinho Gabriel de Jesus Cardoso (Funchal, 10 jul. 1908-16 dez. 1979). Médico, político e jornalista, era filho do tenente Domingos Cardoso (1878-1974), fundador da "sopa dos pobres", vindo a casar com D. Maria Prado Almada (25 jul. 1912-3 abr. 2005), filha do médico Dr. Francisco de Almada (1874-1942). Médico pneumologista de franco renome, iniciou a sua carreira no Funchal em 1933, desempenhando depois uma série de lugares políticos e administrativos em diversas áreas, sendo uma das figuras incontornáveis da vida madeirense dos meados do século XX. Vice-presidente e presidente da União Nacional local, seria deputado nas legislaturas de 1962-65, 1966-69 e 1970-73.