Image
Arquipelago de Origem:
Lisboa (cidade)
Data da Peça:
1499-00-00
Data de Publicação:
03/11/2023
Autor:
Casa da Moeda de Lisboa
Chegada ao Arquipélago:
2023-11-03
Proprietário da Peça:
Museu da Casa da Moeda de Lisboa
Proprietário da Imagem:
Museu da Casa da Moeda de Lisboa
Autor da Imagem:
Museu da Casa da Moeda de Lisboa
Português de ouro, anverso, Casa da Moeda de Lisboa, 1499, Portugal

Categorias
    Descrição
    Português de ouro
    Ouro, 35 mm, 35 gr.
    Casa da Moeda de Lisboa (Portugal), 1499
    Museu-Casa da Moeda (MCM 4906), Lisboa, Portugal
    Pub. in Os Portugueses no Golfo, 1507–1650, uma história interligada, The Portuguese in the Gulf, 1507–1650, an interlinked history
    Catálogo de exposição na Feira do Livro do Emirado de Sharjah, Emirados Árabes Unidos, 1–12 novembro 2023, com coordenação científica de José Pedro Paiva e Roger Lee de Jesus, Centro de História de Sociedade e Cultura da Universidade de Coimbra, Imprensa da Universidade, março de 2023, n.º 78, p. 207.

    A peça aqui em destaque é uma das mais importantes moedas cunhadas na história de Portugal e na história monetária da Europa. Trata-se do Português, moeda de prestígio, batida depois do regresso de Vasco da Gama da Índia, em 1499. Pesava cerca de 35,5 gramas, sendo quase ouro puro, e valia 10 cruzados (a moeda de ouro cunhada a partir do reinado de D. Afonso V (r. 1438–1481) e que fora criada para concorrer com os ducados italianos). A grande legenda do anverso, que ocupa duas linhas, revela de forma abreviada o título adotado por D. Manuel I (r. 1495–1521) depois da primeira viagem de Gama, e que indicava mais os espaços e as áreas que aspirava a controlar do que a efetiva extensão do seu poder: rei de Portugal e dos Algarves d’aquém e d’além mar em África, senhor da Guiné, da conquista, navegação e comércio da Etiópia, Arábia, Pérsia e Índia. Se nessa face a legenda rodeava as armas do reino, já no reverso encontra-se a cruz da Ordem de Cristo (da qual o rei era então administrador), ladeada pelo moto cristão In hoc signo vinces — com esta cruz vencerás. Tendo em conta a sua dimensão, esta foi a maior moeda de ouro cunhada na Europa durante várias décadas, tendo sido lavrada em Portugal nos reinados de D. Manuel I e do seu herdeiro, D. João III (r. 1521–1557). A fama e o prestígio desta moeda tiveram um impacto tal no espaço europeu que as suas características foram copiadas por várias cidades e principados da Alemanha, na Dinamarca, na Holanda e na Polónia, ficando conhecidos como portugalóides ou portugalösers. Tendo sido usada pelos portugueses no Estado da Índia, esta moeda usada ao mesmo tempo que outras enviadas do reino, mas também com as moedas que circulavam localmente e aquelas que eram cunhadas nas fortalezas portuguesa, mas com as características e o valor das moedas locais. Não obstante a grande diversidade do sistema monetário português nesse espaço do império, o Português é o exemplo da importante estrutura económica e financeira que sustentava esta presença no Golfo ou desde a costa oriental de África até ao Japão.[Roger Lee de Jesus]