Image
Arquipelago de Origem:
São Pedro (Funchal)
Data da Peça:
1939-00-00
Data de Publicação:
13/08/2022
Autor:
Vários
Chegada ao Arquipélago:
2022-08-13
Proprietário da Peça:
Diocese do Funchal
Proprietário da Imagem:
Rui Marote/Nelson Veríssimo
Autor da Imagem:
Rui Marote
Capela e residência de São Paulo, reforma de Edmundo Tavares, 1939 a 1940, Funchal, ilha da Madeira

Categorias
    Descrição
    Capela e residência de São Paulo.
    Mandada construir por João Gonçalves Zarco (c. 1390-c. 1471), alvenaria mista rebocada, 1471 (c.) e seguintes.
    Ruína advinda da construção da cota 40, em 1996.
    Residência paroquial do arq. Edmundo Tavares (Oeiras, 8 nov. 1892-Lisboa, 9 abr. 1983), 1939 e 1940
    Fotografia de Rui Marote, 26 de setembro de 2018.
    Pub. Nelson Veríssimo, Passos na Calçada.
    Rua da Carreira, Funchal, ilha da Madeira.

    Cronologia
    1421 / 1425 - data provável da instalação de João Gonçalves Zarco (c. 1390-c. 1471) e família nos arrifes de S. Catarina; 1454, 14 fev. - referência à confrontação entre o "arrife que se faz abaixo da igreja de S. Maria até S. Pedro e por cima dos arrifes que se fazem sobre a ribeira de S. Francisco"; 25 mar. - idem, a S. Paulo; 25 mai. - escritura pública do 1º capitão donatário em que faz doação dos terrenos junto da capela, para edificação do primeiro hospital do Funchal; 1469 - construção do edifício, à "custa do povo"; 1471, 27 jul. - primeira referência camarária a S. Pedro, então limite da vila; 1495, 21 Set. - ordem do ouvidor Fernão de Parada para se fazerem as pontes de cantaria e de pedra as calçadas; 1498, 23 jul. - pagamento ao pedreiro Luís Afonso para a primeira calçada, "a calçada ao rego de S. Pero"; c. 1520, - oferta de um tríptico de S. Pedro, S. Paulo e S. André, atribuível a Joos Van Cleve; 1540, 28 nov. - referência a "Pedro Rodrigues Fidalgo mordomo da Igreja de S. Pedro que hoje he a Igreja de S. Paulo aforou uma vinha por detrás da dita Igreja" (riscado: "qual foi Hospital") "por 400 rs."; Séc. 16, meados - data provável da pia de água benta de mármore à entrada da capela; 1556, 20 jul. - alvará régio para se instalar em Freguesia a ermida de S. Pedro do Funchal e o ordenado anual de 15$000, um moio de trigo e uma pipa de vinho a favor do 1º vigário, padre Gaspar Teixeira; 23 jul. - alvará do cardeal Infante do mesmo teor; 1 Ago. - ordem do então bispo D. Frei Jorge de Lemos, então em Lisboa, do mesmo teor; 1566, out. - ataque dos corsários franceses ao Funchal entrando pela ponte de S. Paulo; 1567 - planta com a localização da capela e das casas anexas; 1571, 6 abr. - carta de apresentação na igreja do padre Gaspar Teixeira; 1572, 20 ago. - alvará de D. Sebastião de acrescentamento ao vigário, com a obrigação de ensinar doutrina aos fregueses; 1574, 12 mar. - carta régia de D. Sebastião da mercê anual de 4$000 para a fábrica da colegiada de S. Pedro; 1579, 3 mar. - alvará para se extinguir a Freguesia de S. Pedro e criar duas igrejas paroquiais no seu termo, uma em S. Roque e outra em S. Martinho; 1587, 24 out. - alvará de Filipe II de confirmação do ordenado do vigário; 1588, 18 Ago. - alvará para se criarem três benefícios na igreja paroquial de S. Pedro; 6 nov. - carta de apresentação de vigário na igreja do padre José Gonçalves; 1605, 26 jun. - referência a S. Pedro "o Velho"; Séc. 17, inícios - pintura da tábua de Deus Pai, hoje no retábulo-mor; meados - reconstrução do retábulo-mor; c. 1790 - obras, com construção de um camarim no altar-mor, pinturas várias e levantamento dos 2 altares colaterais; Séc. 19, inícios - montagem do púlpito; meados - construção do confessionário; 1871 - obras na capela; 1939, mar. - projeto da residência paroquial do arq. Edmundo Tavares (Oeiras, 8 nov. 1892-Lisboa, 9 abr. 1983); 1940 (c.) - construção da residência do capelão; 1996 - demolição parcial do antigo hospital devido à "Cota 40".