Image
Arquipelago de Origem:
Câmara de Lobos
Data da Peça:
2020-12-29
Data de Publicação:
16/02/2022
Autor:
Diocese do Funchal
Chegada ao Arquipélago:
2022-02-16
Proprietário da Peça:
Mosteiro de Nossa Senhora da Piedade
Proprietário da Imagem:
Duarte Gomes/JM
Autor da Imagem:
Duarte Gomes
D. Nuno Brás na capela de Nossa Senhora da Piedade do mosteiro da Piedade da Caldeira, 29 de dezembro de 2020, Câmara de Lobos

Categorias
    Descrição
    D. Nuno Brás, bispo do Funchal, na capela de Nossa Senhora da Piedade do mosteiro da Piedade da Caldeira.
    Nuno Brás da Silva Martins (Vimieiro, Lourinhã, 12 maio 1963-)
    Construção de 1771 a 1929 (c.) e seguintes.
    Fotografia Duarte Gomes, JM, 29 de dezembro de 2020.
    Mosteiro de Nossa Senhora da Piedade, Sítio da Cruz da Caldeira, Câmara de Lobos, ilha da Madeira.

    Mosteiro de Irmãs Clarissas, nascido das irmãs do antigo convento de Nossa Senhora das Mercês do Funchal, que encontraram abrigo na antiga residência anexa à capela da Piedade, fundada pelo padre Manuel Gonçalves Henriques (1745-1831) e cujas primeiras obras teriam sido de 1771, conforme se inscreveu na ombreira da porta, embora só tenhamos informação das obras em 1799 e a oficialização da capela só tenha ocorrido em 1800, por autorização do bispo Luís Rodrigues Villares (c. 1740-1810). As obras dos inícios do século XX para mosteiro, foram iniciadas em 1928 ou 1929 e prolongaram-se até 1931, entrando o mosteiro em funcionamento oficial a 16 de abril desse ano, apesar da sua inauguração e bênção só se ter verificado algumas semanas depois, cerimónias presididas pelo então bispo do Funchal, D. António Manuel Pereira Ribeiro (1879-1957).