Image
Arquipelago de Origem:
Angústias (Funchal)
Data da Peça:
1968-00-00
Data de Publicação:
30/09/2021
Autor:
Alfredo Viana de Lima e Oscar Niemeyer
Chegada ao Arquipélago:
2021-09-30
Proprietário da Peça:
Fundo Viana de Lima
Proprietário da Imagem:
Fundo Viana de Lima
Autor da Imagem:
Alfredo Viana de Lima
Estudo Preliminar do Hotel Casino do Funchal, atelier Viana de Lima com a assinatura de Oscar Niemeyer, Porto, 1968 (c.), Portugal.

Categorias
    Descrição
    Estudo Preliminar do Hotel Casino do Funchal.
    Atelier Viana de Lima (1913-1991), 1968 (c.) segundo cróquis de preprojeto de Oscar Niemeyer (1907-2012), Paris, 22 de jun. 1966
    Assinado por ambos os arquitetos.
    Fundo Viana de Lima, CDUA-FAUP.
    Pub. Rui Campos Matos e Maria Daniela Alcântara, “À medida do Mar e da Montanha: o Hotel-Casino de Oscar Niemeyer na Ilha da Madeira”, com. ao 13º Seminário Docomomo, Salvador, BA, 7-10 out. 2019, p. 9.


    Oscar Ribeiro de Almeida Niemeyer Soares Filho (Rio de Janeiro, 15 dez. 1907- 5 dez. 2012) formou-se na Universidade do Brasil em 1935 e no ano seguinte, integrava o gabinete do arquiteto Lúcio Costa (1902; 1998), optando por articularem o trabalho com o conceituado arquiteto suíço Le Corbusier (Charles-Edouard Jeanneret-Gris, 1887-1965), do que resultou o revolucionário desenho do edifício dos Ministérios da Saúde e da Educação brasileiros, que ficou terminado em 1936. Entre muitos edifícios que Niemeyer depois desenhou a Igreja de São Francisco que tem uma estrutura tão radical que a sua consagração foi atrasada até 1959, embora a Igreja tivesse sido terminada em 1943 e, em 1944, dotada de azulejos de Cândido Portinari (1903-1962). Em 1957 Lúcio Costa e Óscar Niemeyer voltam a trabalhar juntos, então no plano piloto da futura capital de Brasília que os projetaria internacionalmente, valendo-lhes uma reputação de líderes da arquitetura moderna. Os arquitetos da nova capital, Oscar Niemeyer e Lúcio Costa pretendiam construir uma cidade utópica. O desejo era "construir um urbanismo com luz, ar e sol, com a transparência do cristal e a lógica de uma equação".
    Alfredo Evangelista Viana de Lima (Esposende, 1913; Porto, 1991) cursou arquitetura na Escola de Belas Artes do Porto tendo-se licenciado em 1938, colaborando com o arquiteto brasileiro Óscar Niemeyer no projeto do Empreendimento Turístico de Pena Furada, no Algarve e no Casino Park Hotel do Funchal. Entre outras obras projetou a Faculdade de Economia da Universidade do Porto, os paços do concelho de Santa Maria da Feira e o Tribunal de Marinhas, em Esposende. Em 2001, Óscar Niemeyer diria ter contado com a colaboração fundamental do seu colega Viana de Lima, o arquiteto português, que convidara para a concretização do projeto. Expressando: A minha atuação se limitou ao anteprojeto na escala de 1:500, que o resto, o desenho definitivo, os detalhes, tudo isso foi elaborado por aquele arquiteto. Depois, eu estava muito ocupado em Paris com as tarefas ali em realização, pelo que ele correu com os detalhes, sem tempo para me consultar, mas acrescentando, que ele foi muito correto (entrevista ao arquiteto Carlos Oliveira Santos, Rio de Janeiro, 2001), mas posição que não aceitamos totalmente.