Procura:
 
  Banco de Imagens
  Ordenação: Ordem Alfabética / Data Crescente
/ Data Decrescente



  Nome:  Palavras do Dr. José Maria da Silva, na cerimónia de imposição da medalha de mérito da Região da Assembleia Regional a título póstumo de D. Francisco Antunes Santana, 1 de junho de 1982, ilha da Madeira
  Descrição:  Palavras do vice-presidente da Assembleia, Dr. José Maria da Silva, na cerimónia de imposição da medalha de mérito da Região da Assembleia Regional a título póstumo de D. Francisco Antunes Santana.
Na assistência, D. Teodoro Faria, seguinte prelado diocesano.
Antigo Salão Nobre da Junta Geral, 1 de junho de 1982.
Arquivo da Assembleia Legislativa Regional.
Avenida Zarco, Funchal, ilha da Madeira

José Maria Silva (Funchal, 18 Fev. 1933; idem, 2001). Tendo feito os estudos preparatórios no Seminário Diocesano do Funchal, veio a matricular-se na Universidade Pontifícia Católica de Salamanca, mas abandonando a carreira eclesiástica, transitou para a Universidade de Coimbra, onde se licenciou em Direito. Regressado ao Funchal desenvolveu uma intensa actividade cultural, com base em várias instituições que criou, especialmente através do Cine-Forum. Liderou depois do 25 de Abril o Movimento Autonómico, MAIA. D. Francisco Antunes Santana (Lisboa, 11 Out. 1924; Funchal, 5 Mar. 1982). Ordenado pelo cardeal Cerejeira, em 29 Jun 1948, veio a desempenhar um interessante trabalho com professor no seminário de Santarém e como pároco em várias freguesias de Lisboa. Director nacional do Apostolado do Mar desde 1960, veio a desempenhar funções de operário-monitor dos estaleiros da Lisnave, desde 1979, assim como inúmeras missões fora do país. Foi eleito bispo do Funchal a 18 Mar. 1974, recebendo ordenação episcopal a 21 do mesmo mês, mas o pronunciamento do mês seguinte atrasou a sua deslocação para o Funchal. Faria a sua entrada solene na sé do Funchal a 12 Maio 1974 e, logo nesse Verão, seria sequestrado nas instalações do seminário. Em Fev. 1981 seria hospitalizado no Funchal, tendo, depois, sido operado em Londres, mas viria a falecer no paço episcopal do Funchal, a 5 Mar. 1982. D. Teodoro de Faria (Funchal, Santo António, 24 Ago. 1930; -). 31.º Bispo do Funchal. Foi ordenado padre na diocese madeirense, em 22 Set. 1956, prestando depois serviço em Roma, onde dirigiu o Pontifício Colégio Português de Roma, de Nossa Senhora de Fátima, no Vaticano, vindo a ser ordenado Bispo do Funchal em 1982 e tomando posse da diocese em 16 Maio 1982. Veio a solicitar a sua resignação, por limite de idade, em 2006, tendo assim estado à frente da Diocese quase 25 anos, mantendo-se na Madeira. Teria sido o bispo, por ventura, que mais se dedicou à preservação do património artístico da Diocese ao longo de 500 anos de história.
  Arquipelago de Origem:   Freguesia da Sé (Funchal)
  Data:  1982-06-01
  Autor :  Não identificado
  Chegada ao Arquipelago:  2010-06-12
  Proprietário da Peça:   Arquivo da ALR
   Proprietário da Imagem:   Arquivo da ALR
   Autor da Imagem:   Rui Carita
  
Classificação da Imagem
 
Personalidades
    - Advogados e médicos
    - Ministros, secretários, deputados e políticos
 
 
Documentos
    - Fotografia
 
 
Fotografia / imagem
    - Interiores
    - Personalidades
    - Costumes
 
 
Arquitectura Civil
    - Edifício público
    - Paços, solares e palácios
 
 
Heráldica, emblemática e numismática
    - Medalhística
    - Regional





[410 arquip�lagos, 31 visitas guiadas, 297 personalidades, 899 entradas de dicion�rios e artigos, 258 aulas online]
[Total: 76352 imagens e 10715 textos]
Valid HTML 4.01 Frameset Valid CSS!