Procura:
 

  UMa - CET Património Cultural - História da Madeira

     História da Madeira

Articulação do Programa

1. Apresentação do programa e da bibliografia on-line. Justificação de periodização do programa. Relações institucionais Professor-Tutor / Aluno(s). A articulação geral arte / cultura, cultura popular e erudita, história e política institucional. Ponto de situação histórico-institucional: arquivos e bibliotecas on-line.
2. O quadro europeu dos séculos XIV e XV; os alvores da Época Moderna. A dinastia de Avis e a conquista de Ceuta. O conhecimento do arquipélago da Madeira: descobrimento e expansão. O povoamento e a colonização. As alterações sociais e institucionais da Época Moderna.
3. O descobrimento e arroteamento das ilhas da Madeira e do Porto Santo. A distribuição de terras e os capitães do Infante. A doação ao infante D. Henrique e à Ordem de Cristo, 1433. Os capitães do donatário e os capitães-donatários. Origens do povoamento.
4. A Madeira do século XV: as capitanias, os capitães e os concelhos. A organização inicial das populações. As casas dos capitães do Funchal, de Machico e do Porto Santo. Os poetas do Cancioneiro Geral de Garcia de Resende.
5. O trigo, o vinho e a safra açucareira. As necessidades do povoamento cristão. A safra açucareira e a História da Madeira. O engenho de Diogo de Teive. Os comerciantes estrangeiros e a feitoria da Flandres.
6. As reformas manuelinas; os pesos e medidas; as paróquias e as novas vilas; a Igreja Madeirense e a fundação da diocese do Funchal.
7. As ordens religiosas. A ordem franciscana e a Ordem de Cristo. Os conventos franciscanos masculinos e femininos.
8. A organização camarária. Dos homens bons aos homens da governança. Os pelouros e as áreas de intervenção.
9. A Madeira, os descobrimentos e a expansão. As praças do Norte de África; as praças e as viagens do Oriente. O reconhecimento do Brasil e a colonização.
10. A disputa do mare clausum de Tordesilhas e a crise dos meados do século XVI. O ataque francês ao Funchal. A reorganização militar e a fortificação: o regimento de fortificação de 1572.
11. A chegada dos Jesuítas e a fundação do colégio do Funchal. A centralização do Ensino. O apoio às Visitações do Santo Ofício.
12. As dinastias dos Filipes e dos Bragança. As posições dos Açores e da Madeira; os corsários ingleses e franceses. Tristão Vaz da Veiga e a figura do capitão general. A aclamação de D. João IV e as sedições de 1642 e de 1668.
13. A economia do vinho e os comerciantes estrangeiros. D. Catarina de Bragança e a reformulação da armada inglesa de comércio. As rotas do vinho da Madeira.
14. A arquitectura de poderes do Antigo Regime. Órgãos e instituições. A centralização do poder régio no século XVIII. A alfândega do Funchal e o mestre das obras reais.
15. Os governadores depois de Duarte Sodré Pereira. As relações dos governadores, prelados, provedores da alfândega e câmaras municipais. Os ministros do rei.
16. João António de Sá Pereira a instituição do Iluminismo. As confrarias e os conventos. A Casa de Dona Guiomar. O regimento do governador e capitão-general.
17. O império marítimo inglês e a importância da Madeira: da Revolução Francesa ao Liberalismo. As invasões inglesas. O começo do domínio da influência inglesa.
18. A aluvião de 1803: Paulo Dias de Almeida e o brigadeiro Oudinot. A nova Cidade das Angústias.
19. A guerra civil e a implantação do liberalismo; das aspirações autonómicas às dificuldades em lidar com a imprensa. As devassas de 1824 e 1828. A lenta implantação do liberalismo e a Junta de 1842.
20. A questão Kaley e José Silvestre Ribeiro: o rotativismo. Os naturalistas e o turismo terapêutico. As ideias republicanas.
21. Da euforia da implantação da República às crises da 1ª Grande Guerra. Os anglófonos e os germanófilos: a questão dos Sanatórios. O plano de Ventura Terra e a Junta Agrícola do visconde da Ribeira Brava. Os bombardeamentos do Funchal.
22. As questões da Autonomia: as comemorações do quinto centenário da descoberta da Madeira de 1922.
23. A implantação do Estado Novo. Da Revolta da Madeira à era Fernão de Ornelas.
24. A 2.ª Grande Guerra e a idade de ouro do crescimento económico mundial: a Era do Turismo.
25. Os desequilíbrios da década de 70 e o 25 de Abril na ilha da Madeira: a implantação das Regiões Autónomas.
26. A montagem da Assembleia e do Governo Regionais.
27. A integração europeia. A Era do Património, das fundações, das associações e organizações não governamentais e da bio-diversidade.
28. Propostas, sugestões e pistas de investigação;
29 e 30. Avaliações.


Bibliografia

A fornecer ao longo das aulas


Carga Horária

100 horas de contacto




[415 arquip�lagos, 31 visitas guiadas, 297 personalidades, 899 entradas de dicion�rios e artigos, 258 aulas online]
[Total: 80066 imagens e 10725 textos]
Valid HTML 4.01 Frameset Valid CSS!