Procura:
 

  UMa - CET GN - História e Património - Aula Nº.10

     História e Património
A arquitetura de poderes do Antigo Regime.

Resumo

A arquitetura de poderes do Antigo Regime. Órgãos e instituições. A centralização do poder régio no século XVIII. A alfândega do Funchal e o mestre das obras reais.

1. As alterações advindas da Economia do Vinho; os comerciantes estrangeiros. O regime de propriedade. Os senhores, os vilões e os encargos. A cultura vitivinícola. As castas do vinho da Madeira. O vinho de Roda. As rotas do vinho da Madeira.

2. A lenta aquisição do barroco. O imaginário sobre o escultor. O mestre Manuel Pereira do Funchal. A cenografia sobre a individualidade.
O mobiliário e as oficinas de ourivesaria e de talha do Funchal.

3. A perceção do Outro; As grandes viagens e a circulação das obras de arte: cultura e aculturação. As Índias do Oriente: Índia (móveis, tecidos e marfins); Pérsia (tapetes ditos portugueses) e Mogóis (arquetas e contadores). Os marfins indianos: o Bom Pastor; os Calvários de Pousar; a ourivesaria singalo-portuguesa e os seus Cristos.
Os contadores e o mobiliário indo-português: a origem entre Goa e Lisboa. A viagem das formas. A implantação do indo-português em Inglaterra: os móveis de palhinha.
A passagem à China e Extremo-Oriente. O Japão: Os biombos Namban; a espingarda e as lacas. Os jardins. As japoneiras e as cameleiras. As laranjas da Índia de D. João de Castro.

4. O conceito do Barroco como obra total.
Do proto Barroco dos Jesuítas ao Barroco como obra total. O baldaquino de São Pedro e a Santa Teresa de Ávila. O barroco da paixão e o elogio da Morte. A introdução do camarim e trono.
A projeção do poder régio e da igreja católica. A época de D. João V e o ouro do Brasil.

5. A Madeira nos inícios do século XVIII
A época do governador Duarte Sodré Pereira. O inventário do capitão Pedro de Faria e Abreu. A arquitetura urbana da Madeira na época do vinho. A constituição do solar urbano madeirense: características, vivências e sobrevivências. A arquitetura senhorial rural e a constituição das quintas madeirenses.

6. A centralização do poder régio ao longo do século XVIII e as consequências nas artes decorativas. A alfândega do Funchal e o mestre das obras reais.


Bibliografia

Conceitos: Solar, indo-português, namban, arca, arcaz, armário paramenteiro, biombo, contador, baldaquino, bom Pastor, cadeiral, camarim, trono, frontal, galhetas, lampadário, naveta, porta-paz, predela, relíquia, relicário, retábulo, turíbulo.


Data de Início: 2013-12-03

Data de Fim: 2013-12-03
Textos da Aula >>



[412 arquip�lagos, 31 visitas guiadas, 297 personalidades, 899 entradas de dicion�rios e artigos, 258 aulas online]
[Total: 78667 imagens e 10724 textos]
Valid HTML 4.01 Frameset Valid CSS!