Procura:
 

  UMa - CCC - História Contemporânea de Portugal - Aula Nº.4

     História Contemporânea de Portugal
As Invasões Napoleónicas e a saída da Corte para o Brasil.

Resumo

As Invasões Napoleónicas e a saída da Corte para o Brasil.

A retirada da Corte Portuguesa para o Brasil
A tentativa de equidistância entre os interesses franceses e ingleses; a coroação de Napoleão com imperador, 1804; o bloqueio continental de 1806; a preparação da invasão a partir de Agosto de 1807; o Tratado de Fontainebleu de 27 de Outubro de 1807; a entrada das tropas de Junot em Portugal: 17 de Novembro e a saída da corte para o Brasil, 24 a 27 de Novembro; 30 de Novembro, entrada das tropas francesas em Lisboa, assistindo às últimas naus a saírem do Tejo;
As memórias de Napoleão: João de Portugal: o único que me enganou.

A segunda ocupação inglesa da Madeira
Preparação a partir de Agosto de 1807; secretário de Estado George Canning e o embaixador português Domingos de Sousa Coutinho: as difíceis comunicações com Lisboa; a Convenção secreta, Lisboa, 8 de Novembro; Londres, a 19 de Novembro 1807; a chegada da notícia ao Funchal: 13 de Dezembro de 1807; chegada dos ingleses ao Funchal: manhã de 24 de Dezembro de 1807; o major-general William Carr Beresford; a ocupação efectiva da ilha da Madeira com o arvorar da bandeira inglesa em todas as fortificações; a ocupação do Convento da Encarnação e do quartel do Colégio;

O retorno da Madeira à soberania portuguesa
O Tratado de Restituição de Londres, 16 de Março de 1808; o ritos anglicanos na Madeira e o primeiro pedido para a construção de uma igreja; o levantamento das populações ibéricas contra o invasor francês e a saída de Beresford do Funchal: 17 de Agosto de 1808; a Convenção de Sintra de 30 de Agosto de 1808 e saída de Junot; a manutenção das tropas inglesas no Funchal, então do 2.º batalhão dos Royal Veteran: Julho de 1809;

As seguintes invasões francesas
A segunda invasão francesa: tentada em 1809, com Soult e a 3.ª, com Massena, travada nas Linhas de Torres: 26 e 27 de Setembro de 1810; o lento início da reconquista até Paris; as sequelas das invasões francesas;

A saída das forças inglesas da Madeira
Os contínuos atritos com as forças inglesas; a questão das salvas e o enforcamento de um soldado inglês na fortaleza da Penha de França; a Madeira como centro de informações da corte do Rio de Janeiro; o primeiro casamento britânico no Funchal; a ordem de saída do Funchal: 10 de Setembro de 1814; cumprida a 3 de Outubro; a passagem de Napoleão pelo Funchal: 24 de Agosto de 1815 e o vinho do Imperador.


Bibliografia

A distribuir on-line


Data de Início: 2011-09-28

Data de Fim: 2011-09-28
Textos da Aula >>



[415 arquip�lagos, 31 visitas guiadas, 297 personalidades, 899 entradas de dicion�rios e artigos, 258 aulas online]
[Total: 80077 imagens e 10725 textos]
Valid HTML 4.01 Frameset Valid CSS!