Procura:
 

  UMa - Mestrado em Eco Turismo - Geodiversidade e Património (I) - Aula Nº.4

     Geodiversidade e Património (I)
Introdução à História da Madeira II

Resumo

Introdução à História da Madeira:
As alterações do quadro do Atlântico nos séculos XVI e XVII.

1. A disputa do mare clausum de Tordesilhas e a crise dos meados do século XVI.
As dissidências religiosas europeias: os protestantes; a resposta católica: o Concílio de Trento.
O ataque francês ao Funchal e a reorganização militar e a fortificação.
As posições de Lisboa e de Madrid; a posição de Filipe II de Castela.
A chegada de Mateus Fernandes (III); Pompeu Arditi e Tomás Benedito: os primeiros trabalhos e a planta do Funchal; o regimento de fortificação de 1572.
A organização do Provedoria das Obras de Lisboa.

2. A chegada dos Jesuítas e a fundação do colégio do Funchal.
Colégio dos Jesuítas e o Seminário Diocesano do Funchal: a defesa da Fé Católica e do Território Nacional. O quadro dos jesuítas madeirenses: irmãos Câmara, Leão Henriques, Manuel Álvares e Sebastião de Morais.

A Fundação da Companhia de Jesus. As primeiras ideias do grupo de reflexão do futuro Santo Inácio de Loyola; a vinda dos Jesuítas para Portugal e a sua participação na Expansão na Índia e no Brasil. Os colégios das Ilhas.
A instalação e o início das Aulas; A aquisição das quintas e a construção do Colégio. Os dízimos da Ribeira Brava e as aquisições da Quinta Grande, Quinta dos Frias e Quinta do Cardo.
Os Mártires do Brasil do beato Inácio de Azevedo e a Quinta do Cardo em Santo António.

A centralização do Ensino. As aulas de Latim, Gramática e de Casos de Consciência. O Ratio Studiorum. O apoio do bispo D. Jerónimo Barreto e as Constituições Sinodais do Funchal.




3. As dinastias dos Filipes e dos Bragança.
As posições dos Açores e da Madeira perante a Crise Dinástica; A recepção do representante de D. António; os partidários de D. António na Madeira; o envio do corregedor João Leitão.
D. Agostinho de Herrera, conde de Lançarote como governador da Madeira (19 Mar. 1582 a 5 Ago. 1583):
Manuel Serradas e os corsários ingleses e franceses.
Tristão Vaz da Veiga, capitão-donatário de Machico, superintendente das coisas da guerra e a futura figura do capitão general. 22 Nov. 1585; o 7.º bispo do Funchal, D. Luís Figueiredo de Lemos e o colégio e seminário de São Luís; os cartórios paroquiais de 1586
O recenseamento da Ilha da Madeira de 1598 e a descrição de Jean Mocquet de 1601
A Insulana de Manuel Tomás, 1632.
O bispo D. Jerónimo Fernando, o Bravo e o Funchal nas primeiras décadas do século XVII. O Donativo de 1637 e a resposta do juiz do povo.
A aclamação de D. João IV e as sedições de 1642 contra os provedores da Alfândega e de 1668, contra o governador D. Francisco de Mascarenhas.
A reformulação das defesas do Funchal: a carta de Bartolomeu João, 1654.

O novo quadro económico da Madeira nos meados do XVII. O início da grande produção vitivinícola para exportação; a emergência do mercado do Brasil.
As companhias gerais de comércio; o pagamento do clero de Cabo Verde pelas sobras da Madeira.
As descrições de John Ovington e de Hans Sloane.


Bibliografia

A fornecer on-line


Data de Início: 2010-11-02

Data de Fim: 2010-11-02



[413 arquip�lagos, 31 visitas guiadas, 297 personalidades, 899 entradas de dicion�rios e artigos, 258 aulas online]
[Total: 78966 imagens e 10724 textos]
Valid HTML 4.01 Frameset Valid CSS!