Procura:
 

  UMa - CET Património Cultural - História da Arte e do Património - Aula Nº.2

     História da Arte e do Património
Articulação da Cultura, História, Arte e Património

Resumo

1. A articulação geral arte / cultura, cultura popular e erudita, história, património e política institucional.

2. A Língua e a formação da cultura e das identidades.
Princípios gerais da formação de uma cultura e de uma identidade, tendo como base os vários tipos de Património, especialmente o Imaterial
Os casos do Silbo Gomero nas Canárias e do Fado e do Mirandês, no continente.
As festas do Espírito Santo nos Açores e as dificuldades de aceitação internacional destes últimos casos.
História, memória, património, identidade(s).

3. A construção das identidades: entre o poder político e o religioso.
O património dito Nacional e o dito Religioso.
Territorialidade: entre as Freguesias e os Municípios.
As formas de aglutinação e de construção das Identidades e do Património
Das Ordens Religiosas às Ordens Militares.

4. Dificuldades nas definições de Cultura.
A questão da nacionalidade e dos regionalismos.
Ambiguidades do conceito de uma Cultura Nacional ou Regional.

5. Memória e Património. As Artes e os artesanatos. Artes populares e eruditas; mercados, velharias e antiguidades; valores culturais, históricos, etnográficos e de mercado.
As globalizações e as especificidades. A União Europeia e a partilha da Jugoslávia e da URSS; o 11 de Setembro e as guerras do Afeganistão e do Iraque.
A cultura nacional e as culturas específicas e regionais. A cultura superior e oficial - elementos que são substituídos pela História.

6. Os conceitos de cultura nacional versus Cidadania.

7. Os conceitos de Memória como Património e Identidade.
Património e identidades: os construtores; historiadores, etnólogos, geógrafos e literatos.
A construção social e educativa; a construção social e política.
A construção oficial e a construção regional.
A ideia de património ao longo do tempo, no quadro do ?processo de civilização?.
Os séculos XVI e XVII e os Gabinetes de Curiosidade; as colecções de objectos exóticos.
A Criação da Academia Real da História e a preservação do Património como património régio e nacional;
Os Museus do Liberalismo e as Belas Artes
A evolução do conceito

8. As classificações internacionais: do imóvel classificado à classificação do Conjunto.
As escavações arqueológicas dos finais do século XVIII e a construção progressiva do alargamento de um conceito; o Património Natural e Património Imaterial.
A construção social do património.
Os grupos e associações de defesa do património.
Qualidades e perigos da intervenção pública não enquadrada.
As dificuldades de equação do património privado e a memória cultural dita colectiva.
Os interesses privados e os interesses colectivos.

9. A memória colectiva e o património.
Os sítios e lugares de uma sociedade;
A toponímica urbana e rural como memória colectiva.
As lendas e narrativas. O mito e a lenda.
O património colectivo físico e imaterial.

10. Os problemas do mundo actual, os desequilíbrios entre herança e inovação, a destruição das referências temporais, em benefício de memórias provisórias.
Os problemas da globalização na construção e na consolidação da memória colectiva;
Os meios de comunicação e de manipulação.
As memórias imediatas e as memórias duradouras.
O Turismo e o confronto de culturas.


Bibliografia

Fornecida on-line


Data de Início: 2011-09-28

Data de Fim: 2011-09-28



[412 arquip�lagos, 31 visitas guiadas, 297 personalidades, 899 entradas de dicion�rios e artigos, 258 aulas online]
[Total: 78667 imagens e 10724 textos]
Valid HTML 4.01 Frameset Valid CSS!